Festival da Canção

Diogo Piçarra não é o primeiro concorrente envolto em polémica

Diogo Piçarra não é o primeiro concorrente envolto em polémica

O tema "Canção do Fim", composto e interpretado por Diogo Piçarra na segunda semifinal do Festival RTP da Canção, não é o primeiro a ser acusado de plágio na edição deste ano do certame. Mas há outros casos de concorrentes, desta feita da Eurovisão, que se viram envolvidos em polémicas idênticas.

O início desta semana ficou marcado pelas acusações de plágio a um dos temas apresentados, no passado domingo, no Festival RTP da Canção. A música que levou Diogo Piçarra a conquistar a pontuação máxima do júri e do público é considerada por vários internautas semelhante a "Abre os Meus Olhos", inserida no Volume II do álbum "Cânticos do Reino", da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

Mas este não é o primeiro caso do género, tanto no que diz respeito a Portugal como no estrangeiro.

Festival RTP da Canção

Diogo Piçarra não foi o único a receber acusações de plágio nesta edição do festival organizado pela RTP. Nas redes sociais, foram apontadas semelhanças entre o tema "A Mesma Canção", interpretado por Maria Amaral e composto por Paulo Praça, e "Scars To Your Beautifull", da canadiana Alessia Cara.

No entanto, a polémica acabou por ser esquecida, já que a canção, apresentada na primeira semifinal do evento, não foi apurada para a final, que se realizará no Pavilhão Multiusos de Guimarães.

"A Mesma Canção", interpretado por Maria Amaral:

"Scars To Your Beautiful", interpretado por Alessia Cara:

Em 2015, a RTP viu-se obrigada a desclassificar um dos temas que estava em competição mas, ressalve-se, não por questões de plágio. "Maldito Tempo", com letra e música de Carlos Massa e cantado por Diana Piedade, foi desqualificado depois de ter sido apresentado na primeira semifinal do Festival RTP da Canção.

O tema, alegadamente original, tratava-se afinal de uma canção que já existia, quebrando assim o regulamento do concurso, que previa que as canções não podiam ter sido comercializadas ou apresentadas em público.

"Maldito Tempo", interpretado por Diana Piedade:

Festival Eurovisão da Canção

Foi no Festival da Eurovisão da Canção de 2017, edição marcada pela vitória do português Salvador Sobral, que a alemã Levina foi acusada de plágio. As semelhanças entre o seu tema, "Perfect Life", e "Titanium", de Sia e David Guetta, não passaram despercebidas aos fãs do concurso de música.

Mas as acusações não ficaram por aqui. Surgiram ainda denúncias por parte do realizador alemão Felix Maxim Eller, que alegou que a canção era semelhante a uma das que integrava a banda sonora do seu filme "Young and Wild". O tema homónimo foi escrito e interpretado pelo cantor sérvio Aleksandra Kovac.

"Perfect Life", interpretado por Levina:

"Titanium", interpretado por David Guetta e Sia:

"Young and Wild", interpretado por Aleksandra Kovac:

Também na edição de 2017 o tema que representava Chipre, "Gravity", e que passou à fase final da Eurovisão, foi criticado pelo jornal "El Mundo" devido às semelhanças com "Human", de Rag"n"Bone Man.

"Gravity", interpretado por Hovig:

"Human", interpretado por Rag"n"Bone Man:

Ainda no mesmo ano, "City Lights", canção escolhida para representar a Bélgica, foi acusada pelos fãs do festival de plágio a "Éclat", interpretado por Alexe Gaudreault No entanto, o autor da música levada à Eurovisão, Pierre Dumoulin, negou ter copiado qualquer tema.

"City Lights", interpretado por Blanche:

"Éclat", interpretado por Alexe Gaudreault:

Também a canção levada à Eurovisão, em 2016, pela Croácia gerou polémica. Várias pessoas chamaram a atenção para as semelhanças de "Light House", interpretada por Nina Kraljic, com "Uncover", da artista sueca Zara Larsson. O concurso acabou por decidir que não se tratava de um caso de plágio.

"Light House", interpretado por Nina Kraljic:

"Uncover", interpretado por Zara Larsson:

"Heroes", de Måns Zelmerlöw, foi a canção vencedora da edição de 2015 da Eurovisão. No entanto, após a vitória do artista, surgiram as comparações com "Lovers on the Sun", da autoria de David Guetta.

"Heroes", interpretado por Måns Zelmerlöw:

"Lovers on the Sun", interpretado por David Guetta:

Em 2013, outro tema vencedor do Festival Eurovisão da Canção foi alvo de críticas. "Only teardrops", cantado pela dinamarquesa Emmelie de Forest, foi comparado a "I Surrender", do grupo holandês entretanto extinto K-Otic. Apesar do arranque da melodia ter semelhanças, este caso acabou por não ser considerado plágio.

"Only Teardrops", interpretado por Emmelie De Forest:

"I Surrender", interpretado por K-otic:

Outras Notícias