O Jogo ao Vivo

Corrida à Casa Branca

Documentário produzido por Spacey no Odisseia

Documentário produzido por Spacey no Odisseia

"Corrida à Casa Branca", formato da CNN produzido por Kevin Spacey sobre os bastidores das campanhas presidenciais nos EUA, e que bateu recordes de audiência, estreia-se esta quarta-feira em Portugal.

Produzido por Kevin Spacey, ator que dá vida ao intrépido presidente Frank Underwood na série da Netflix "House of Cards", "Corrida à Casa Branca" é um documentário centrado nas campanhas presidenciais norte-americanas mais marcantes dos 240 anos de história do país e tem estreia marcada na TV portuguesa para esta quarta-feira, no Odisseia, às 22.45.

Estreado nos Estados Unidos em março passado, o documentário bateu recordes de audiências, tornando-se o programa mais visto de sempre da CNN, tendo sido acompanhado por 2,5 milhões de telespectadores.

Narrado por Kevin Spacey (e com produção de Dana Brunetti, responsável por "House of Cards" e filmes como "50 Sombras de Grey" e "A Rede Social"), "Corrida à Casa Branca" recorre ao uso de imagens de arquivo inéditas e a reconstituições com atores. Cada um dos seis episódios narra a história de uma campanha icónica à presidência dos Estados Unidos. Desde os discursos mais emblemáticos ao recurso a manobras de bastidores e esquemas maquiavélicos, o documentário capta as emoções e as relações de poder e o impacto político das semanas que antecedem a eleição do chefe daquele que é um dos Estados mais poderosos do mundo.

No primeiro de seis episódios é analisada a campanha eleitoral de 1828, que opôs Andrew Jackson a John Quincy Adams. O primeiro viria a tornar-se o sétimo presidente dos Estados Unidos. Nas cinco quintas-feiras seguintes, os telespectadores poderão conhecer mais dos duelos entre Abraham Lincoln e Stephen Douglas (1860), Harry Truman e Thomas Dewey (1948), John F. Kennedy e Richard Nixon (1960, eleição presidencial que ficou marcada por aquele que é, até hoje, um dos mais marcantes debates televisivos e que foi decisivo para a vitória de Kennedy), George H.W. Bush e Michael Dukakis (1988) e Bill Clinton e George H. W. Bush (1992).

O último episódio da série documental é transmitido a 10 de novembro, dois dias depois das eleições norte-americanas, que decidirão quem será o 45.º presidente dos Estados Unidos.