Televisão

Cristina, Júlia e Diana: o essencial da nova temporada da SIC

Cristina, Júlia e Diana: o essencial da nova temporada da SIC

Há ficção, há entretenimento, há informação, há futebol. Na nova programação da SIC há espaço e tempo para tudo. E nem a nova estrela da estação, Cristina Ferreira, faltou à apresentação à imprensa.

A primeira aparição da "saloia da Malveira" como estrela da SIC não foi feita presencialmente, mas ficou na história pelo impacto que a sua transferência da TVI representa no panorama televisivo português.

Numa mensagem em vídeo, garantiu que "há grandes desafios pela frente" e que, "a partir de agora, o melhor ainda está para ver". "Estamos juntos, juntos a construir o futuro da SIC. A minha casa. A nossa casa", sublinhou Cristina Ferreira, "uma profissional com um enorme talento e uma capacidade inegável".

A definição foi dada por Francisco Pedro Balsemão, CEO do grupo Impresa, que detém a SIC, no início do evento que revelou as principais apostas na renovada programação do canal. Decorreu no Cineteatro Capitólio, em Lisboa, e foi testemunhada pelas grandes estrelas do canal - a ausência mais notada foi a da apresentadora Bárbara Guimarães, que está a lutar contra um cancro da mama.

No entretenimento, o foco está em Júlia Pinheiro, que vai conduzir, a partir de outubro, um programa em nome próprio no horário vespertino. "Tenho uma cadeira mágica na qual todas as pessoas são extraordinárias", disse a apresentadora, que deixa, desta terça-feira em diante, o programa "Queridas Manhãs" entregue ao trio João Paulo Rodrigues, Ana Marques e Cláudio Ramos.

"Júlia" "é um programa feito de histórias", sintetiza o rosto do programa. "Quero ir com o sentido de fazer uma coisa muito gira e diferente. Se vencer a concorrência, ótimo... Não vou com o espírito de competitividade. Vamos fazer um momento de televisão de puro entretenimento bem feito, bem estruturado e que espero que surpreendam as pessoas."

Também Diana Chaves é aposta de Daniel Oliveira, Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa, na nova grelha do canal. A atriz vai assumir uma vez mais o seu papel de apresentadora e conduzir a versão portuguesa do "reality show" "Married at First Sight". Chama-se "Casados à primeira vista" e consiste numa nova experiência social (depois de "Supernanny" e "Divertidamente") em que uma pessoa é desafiada a conhecer a sua alma gémea no próprio dia do enlace. A estreia está também marcada para outubro.

"As pessoas que concorrem não vão para aparecer na televisão. Elas têm mesmo vontade de encontrar alguém com quem possam partilhar a vida. A pessoa com quem vão casar é compatível a nível de personalidade, biológica e quimicamente falando. São compatíveis", explicou Diana.

Para o dia 7 de outubro, está reservada outra surpresa. Quinze anos depois da sua estreia, o programa de stand-up comedy "Levanta-te e Ri" regressa para uma emissão única que vai trazer de volta àquele palco Marco Horácio, Nilton, Fernando Rocha, Aldo Lima, João Seabra e Francisco Menezes.

Destaque ainda para Jani Gabriel, que vai ocupar o lugar deixado vago por Catarina Sikiniotis no "Fama Show", e para Miguel Araújo, que assina o novo tema de genérico do "Alta Definição", numa altura em que o programa de Daniel Oliveira entra no seu décimo ano de emissões.

"Gabriela" de "Alma e Coração"

No campo da ficção, está tudo concentrado na nova produção da SP Televisão para a SIC. Assinada por Pedro Lopes, a novela marca o regresso de Afonso Pimentel a Carnaxide, mais de dez anos depois de ter integrado projetos como "Floribella" e "Resistirei". Após ter viajado com Cláudia Vieira e Dânia Neto até Itália para dar início à ação, é no Porto que tudo começa.

Cláudia Vieira dá vida a uma nómada circense que foge desta cidade para, depois de correr mundo, se fixar em Lisboa. As gravações decorrem ainda na capital, com destaque para o bairro da Cova da Moura. José Fidalgo, Soraia Chaves, Manuela Couto, Ricardo Pereira e o brasileiro Carlo Porto também interpretam. A estreia está marcada para o próximo dia 17.

Poucos dias depois, já em outubro, os portugueses vão poder voltar a ver a versão de 2012 da novela da Globo "Gabriela", no mesmo ano em que assinalam seis décadas da publicação do livro que deu origem à trama, "Gabriela, Cravo e Canela", do escritor brasileiro Jorge Amado. A novela é protagonizada por Juliana Paes, que enviou uma mensagem em vídeo para convidar "os portugueses, moços bonitos", "a ver ou rever" a história que foi um sucesso de audiências no Brasil.

Na informação, foram anunciadas reportagens especiais assinadas pelos jornalistas Pedro Coelho e Conceição Lino. e a segunda temporada da série "Vidas Suspensas". O desporto-rei também tem lugar assegurado na grelha do canal com a Liga Europa.

ver mais vídeos