O Jogo ao Vivo

Televisão

OPTO: nova plataforma de streaming da SIC fica disponível esta terça-feira

OPTO: nova plataforma de streaming da SIC fica disponível esta terça-feira

Bruno Nogueira é um dos maiores trunfos da OPTO, a novidade do grupo de Pinto Balsemão, que agora aposta no que diz ser "uma nova forma de ver a SIC".

Séries, filmes, novelas, documentários e jornalismo. "Tudo disponível a qualquer momento e em qualquer lugar." É este o slogan da nova plataforma de streaming da SIC, que fica disponível a partir desta terça-feira - em versão paga ou gratuita. Chama-se OPTO e vai rivalizar com a RTP Play e a TVI Player.

A estação de Francisco Pinto Balsemão, CEO do grupo Impresa, que aposta agora num novo meio de comunicação, anunciou um catálogo com quatro mil horas de conteúdo exclusivo de entretenimento e informação. Além da possibilidade de ver posteriormente os programas já transmitidos pelo canal generalista, a plataforma vai oferecer três jornais para os subscritores da versão premium, com a duração de 10, 15 ou 20 minutos.

A jornalista Clara de Sousa vai apresentar o "5+", que pretende ser a síntese do noticiário nacional. A jornalista Sofia Pinto Coelho será a responsável por "Mercado negro", um programa de investigação em quatro episódios sobre o submundo das televisões portuguesas.

Apesar de a Informação desempenhar um papel central na OPTO, é no entretenimento com assinatura nacional que se concentram as maiores expectativas. Desde logo, devido à contratação do popularíssimo ator e humorista Bruno Nogueira. "Como é que o bicho mexe", o programa que iniciou no Instagram durante o primeiro confinamento, ganha agora uma espécie de sufixo, "O Natal de maio", e será apresentado em formato de documentário. Até ao final do ano, ainda no capítulo do humor, a OPTO apresentará a série "Esperança", de César Mourão, e um programa com "sketches" originais de Ricardo Araújo Pereira.

Nova ficção nacional

A ficção nacional entra em contagem decrescente para duas séries que prometem mistério, intriga, glamour e sedução. "A generala", uma história inspirada em factos reais, relata a história de uma mulher que se faz passar por um homem no Exército, para poder praticar uma série de burlas. Do elenco fazem parte Soraia Chaves, Margarida Marinho, Carolina Carvalho ou Ricardo Pereira. "A SIC continua no caminho da inovação e da qualidade de ofertas aos telespetadores. É um conteúdo muito bem feito", referiu o ator de novelas ao JN. "O formato de série é diferente do de novela. Há mais tempo para trabalhar e respirar. O realizador pediu-nos que tivéssemos muito o nosso olhar nas personagens".

PUB

A série dramática "O clube" é o segundo "ponta de lança" da plataforma. É uma história sobre a noite lisboeta, que conta com a presença de Sara Matos, Vera Kolodzig, Filipa Areosa ou Luana Piovani. A roupa interior e a pose "sexy" das atrizes já estão a ser um dos temas mais comentados nas redes sociais.

Fora da ficção, o chef de cozinha Ljubomir Stanisic, também recentemente contratado pela SIC, protagonizará um documentário autobiográfico.

Em Portugal, o preço da versão premium será de 3,99 euros por mês ou 39,99 euros por ano. No estrangeiro, o preço anual é de 69,99 euros, com acesso à emissão da SIC Notícias.

Os utilizadores poderão aceder à OPTO através do website opto.sic.pt ou da aplicação OPTO SIC disponível para smartphones e tablets Android e Apple.

Outras Notícias