televisão

Pandemia condiciona diretos dos canais de TV

Pandemia condiciona diretos dos canais de TV

Recolher obrigatório leva a que "5 para a meia-noite" seja gravado. RTP e SIC fazem alterações para cumprir regras.

Também os canais de televisão terão de se adaptar às regras decretadas no âmbito do estado de emergência, particularmente no que diz respeito aos programas em direto e em horários "proibidos", quer à semana -, quer ao fim de semana, com o "Somos Portugal" (TVI), o "Domingão" (SIC) ou o "Aqui Portugal" (RTP).

Na RTP está tudo definido: o "5 para a meia-noite" de hoje, uma exceção no programa de Inês Gonçalves que vive da adrenalina do direto, vai ser gravado "durante a tarde", informou a RTP ao JN. Mas há mais justes: "O preço certo" será igualmente gravado e não haverá programas em direto, além de serem efetuados testes rápidos antes das gravações do formato de Fernando Mendes; e, como já vem acontecendo, o "Aqui Portugal" terá emissões apenas em concelhos fora das limitações mais restritivas e, como sempre, sem público.

Na SIC, o camião do programa "Domingão" vai andar pelas ruas só na parte da manhã, precisamente até às 13 horas, revelou a estação.

O canal de Balsemão adiantou também ao JN que o programa de Ricardo Araújo Pereira, "Isto é gozar com quem trabalha", vai ser gravado logo de manhã no Teatro Villaret, em Lisboa, ao contrário do que acontece habitualmente, à tarde.

Até à hora de fecho desta edição, a TVI não respondeu às solicitações do JN.

Outras Notícias