Cultura

Morreu atriz e ativista norte-americana Ruby Dee

Morreu atriz e ativista norte-americana Ruby Dee

A atriz norte-americana Ruby Dee morreu aos 91 anos, informou o seu agente, Michael Livingston.

A atriz, também conhecida ativista durante o movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos, morreu na sua casa, em New Rochelle, em Nova Iorque, na noite de quarta-feira.

Ruby Dee, uma das primeiras atrizes afrodescendentes a protagonizar um filme nos Estados Unidos, foi nomeada para o Óscar, em 2008, pelo seu desempenho no filme "American Gangster", de Ridley Scott.

A atriz trabalhou ao lado do seu marido Ossie Davis, que faleceu em 2005, em alguns dos seus mais memoráveis papéis durante a carreira iniciada na década de 1940.

Com o marido e colaborador, Ruby Dee também desempenhou um papel importante na luta pelos direitos civis nos Estados Unidos e era amiga de Martin Luther King e de Malcolm X.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que nunca vai esquecer quando viu Ruby Dee no filme "Do the Right Thing", de Spike Lee, no primeiro encontro com a sua agora mulher Michelle.

Ruby Dee "cativou-nos e desafiou-nos", disse o primeiro presidente afro-americano dos Estados Unidos, num comunicado.

PUB

"Através das suas notáveis interpretações, Ruby abriu caminho a gerações de atores e atrizes negros, inspirando as mulheres afro-americanas em todo o país", acrescentou Obama.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG