Dança

Morreu Juan Carlos Copes, conhecido coreógrafo e bailarino de tango argentino

Morreu Juan Carlos Copes, conhecido coreógrafo e bailarino de tango argentino

O bailarino e coreógrafo argentino Juan Carlos Copes, conhecido pela participação no filme "Tango", de Carlos Saura, morreu este sábado, aos 89 anos, em Florida, Buenos Aires, na sequência de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, anunciou a família.

Nascido na capital argentina, em 31 maio de 1931, Juan Carlos Copes foi pioneiro no estabelecimento do tango como expressão coreográfica própria, a partir da tradição popular, estabelecendo o chamado "Tango Escenario", que levou a dança aos principais palcos internacionais.

Copes foi o coreógrafo de Astor Piazzolla (1921-1992), o impusionador do Novo Tango, para a ópera "María de Buenos Aires".

Concebeu igualmente as coreografias de tango para o filme de Carlos Saura.

Com a bailarina Maria Nieves, sua companheira de vida, Juan Carlos Copes formou o par conhecido como "Fred Astaire e Ginger Rogers do tango", que dançou durante mais de quatro décadas.

A história de ambos foi retratada no filme "O Nosso Último Tango", de German Kral, estreado nas salas de cinema portuguesas em 2018.

PUB

"Ele brilhou sob as luzes da Broadway e foi aplaudido na Europa", escreveu o Ministério da Cultura da Argentina, na sua página oficial no Twitter, numa reação à morte do bailarino e coreógrafo.

A Associação ProTango Argentina, por seu lado, destacou o trabalho de Juan Carlos Copes como "formador de gerações de artistas", que levou "espetáculos inovadores de tango" ao mundo inteiro.

"O meu pai brilhará para sempre entre as estrelas e na história do tango", escreveu Johana Copes, filha do coreógrafo e também bailarina, que acompanhou o pai nos últimos anos da sua carreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG