Exclusivo

Música nas tascas onde o tempo não passou

Música nas tascas onde o tempo não passou

Vai-m"à Banda traz dois dias de concertos e vinho de malga a Guimarães. Filipe Sambado, Maria Reis, Chinaskee e Fumo Ninja formam o cartaz.

Entre um gole de verde tinto e uma dentada num bolo de sardinha, está de regresso um festival emblemático de Guimarães. O Vai-m"à Banda deste ano tem quatro concertos em dois palcos divididos por dois dias e por muitas tascas da cidade berço.

Ao contrário de outros anos, em que a música acontecia dentro das tascas, a pandemia obrigou a que os espetáculos migrassem para o exterior. "Escolhemos largos que são próximos, assim as pessoas têm tempo entre concertos de visitarem as tascas e beberem uma malga", justifica Miguel de Oliveira, da editora Revolve, que organiza o festival em parceria com a Câmara Municipal de Guimarães.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG