Festival da Canção

"Nem consegui somar os votos", confessa Elisa

"Nem consegui somar os votos", confessa Elisa

Representante de Portugal na Eurovisão diz que realizou um sonho.

Festival Sem voz... e sem microfone. A conferência de imprensa de Elisa, sábado à noite, depois de vencer a 54.ª edição do Festival da Canção, no Coliseu Comendador Rondão Almeida, em Elvas, no Alentejo, foi um desafio para os ouvidos dos jornalistas. E o que disse a jovem cantora da balada "Medo de sentir"? Basicamente, que estava "orgulhosa".

"Acompanho o Festival desde menina. Foi um misto de emoções. É uma honra pisar o palco e receber o prémio das mãos do Conan Osiris", afirmou, rodeada de jornalistas, poucos minutos depois de conhecer o resultado da sua prestação.

Na altura da votação do público, a concorrente madeirense não percebeu logo que recebera os 20 pontos que lhe asseguravam a vitória sobre Filipe Sambado, que partia com a vantagem do júri nacional formado por sete regiões. "Sou má a matemática e não vejo bem ao longe. Sete pontos? Dez? Tiveram de me confirmar! Depois, ficámos fora de nós, sem saber o que sentir. É um sonho tornado realidade".

A vencedora, que em maio parte para Roterdão, na Holanda, país que irá receber o Festival Eurovisão da Canção, agradeceu, finalmente, à ilha da Madeira, onde nasceu. "A Ponta do Sol instalou um ecrã gigante. Isso comoveu-me".

Marta Carvalho, autora de "Medo de sentir", não largou Elisa. "Até aqui, éramos miúdas novas para nos levarem a sério. Agora vão ter outra visão de nós, porque trabalhámos arduamente para isto", referiu a compositora. E acrescentou: "Só aquela cantora poderia cantar aquela canção".

PUB

As voltas da votação

Filipe Sambado, com o tema "Gerbera amarela do Sul", recebeu a pontuação máxima (12 pontos) atribuída pelas regiões do Norte, Centro, Açores, Lisboa e Vale do Tejo e Algarve, ao passo que o tema "Passe-partout", de Bárbara Tinoco, recebeu a pontuação máxima da região Alentejo. Elisa conseguiu obter apenas a pontuação máxima da região da Madeira, mas acabaria por beneficiar dos pontos acumulados pelas votações das regiões e do público.

Elisa e Marta ainda não estão a pensar na prestação que vão desenvolver no Festival Eurovisão da Canção. Para já, disseram, só querem "saborear a vitória".

Portugal só venceu a Eurovisão uma vez, em 2017, com o tema "Amar pelos dois", interpretado por Salvador Sobral e escrito pela sua irmã, Luísa Sobral.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG