Exclusivo

No Porto, a arte independente nasce onde for preciso

No Porto, a arte independente nasce onde for preciso

Na última década, o Porto sentiu um aumento claro dos espaços independentes dedicados à divulgação de arte contemporânea. Alguns criados por grupos de artistas, outros por apaixonados pela arte.

A Kubikgallery surgiu em 2010 graças ao antigo arquiteto João Azinheiro. Nasceu como um espaço projeto, que com os anos passou a galeria profissional, com artistas por si representados, participação em feiras internacionais, e o intuito de revelar artistas portugueses noutros países e trazer artistas estrangeiros para o Porto. A Kubik também tem espaço físico em São Paulo, Brasil, para reforçar a ponte criativa entre os dois países. Neste momento, no espaço na Rua da Restauração, encontra-se "Par ce que c"estoyt luy; par ce que c"estoyt moy", de Fernando Brito e Manuel Vieira. Já no Kubikulo, montra virada para a rua, há uma intervenção de Jorge Queiroz. Ambas com curadoria de Óscar Faria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG