Sugestões

O novo Alentejo cheio de tradição

O novo Alentejo cheio de tradição

O talento do Alentejo é a sua maturação, riqueza, concentração e textura. Os vinhos do Alto Alentejo são ricos e elegantes, cheiram a sol, a calor sem nunca perder a frescura, identidade e caráter.

É em Sousel, Portalegre, que se situa a Herdade do Arrepiado Velho. As amplitudes térmicas, os solos em xisto com declives acentuados são as garantias para fazer vinhos únicos com identidade, sérios sem nunca perder o sentido de lugar. A enologia moderna, aliada ao respeito pela tradição, é o pilar fundamental para os vinhos que produzimos.

Gosto de potência e elegância nos tintos sempre com o equilíbrio da acidez. Nos brancos, procuro a acidez e a frescura naturais. O Arrepiado Riesling White foi uma provocação. Sendo uma casta que procura climas mais frescos, o risco era grande e desafiador. No tinto, a minha escolha vai para o Arrepiado Collection, elegante e irreverente.

Riesling White | Series 2018 | PVP.: 10 euros

No Riesling White de 2018, houve vindima manual, seguida de escolha apertada em mesa de seleção com prensagem direta sem esmagamento. A fermentação alcoólica ocorreu a 12º graus. Tem cor amarelo citrino limpo, notas de toranja fresca com toque mineral. Na prova, textura rica, com boa persistência e frescura. Excelente com pratos fumados.

Arrepiado Collection | Tinto 2017 | PVP.: 33,15 euros

O Arrepiado Collection tinto 2017 é uma nova edição com blend de três castas: touriga-nacional, petit-verdot e cabernet-sauvignon. Vindima manual. Fermentação alcoólica e malolática naturais e espontâneas. Na prova apresenta cor violeta-ruby concentrada. Nariz intenso, aromas de frutos pretos, balsâmico e algum tabaco. Ataque cheio, encorpado, cheiro de aroma, com taninos redondos e persistentes. Excelente com carnes assadas vermelhas ou de caça.

PARA A SEGUNDA SÉRIE DESTA RUBRICA, O JN DESAFIA OS PRODUTORES A APRESENTAREM OS SEUS VINHOS

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG