O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Os ensinamentos do pregador Nick e da provocante Peaches

Os ensinamentos do pregador Nick e da provocante Peaches

A última noite do MEO Kalorama foi marcada pelas atuações de Nick Cave e de Peaches. O primeiro arrepiou, a segunda arrebentou. No final, os Disclosure transformaram o relvado da Bela Vista numa enorme e animada pista de dança. Pelos três dias do festival passaram 112 mil pessoas. Para o ano há mais.

Nick Cave esteve em palco 2 horas e 20 minutos. Quando entrou, ainda grande parte do público estava a recuperar de mais uma prestação enérgica e desinibida de Peaches no Palco Colina. Os acordes de "Ready For Love" foram atraindo pessoas para o sopé da colina. Aos poucos, a plateia compôs-se, mas ficou muito aquém do que tinha estado na véspera com Arctic Monkeys ou ainda no dia anterior com Chemichal Brothers. Depois de duas tareias, desta vez a relva da Bela Vista ia ter algumas tréguas. Pelo menos até à chegada dos Disclosure.

Os irmãos ingleses trouxeram de volta para a frente do palco os jovens indiferentes a Nick Cave e eram muitos. No último dia, não houve lotação esgotada mas andou perto disso. Até às 2.00 horas - impreterível hora de encerramento, cumprida religiosamente todos os dias - muitos milhares de pessoas despediram-se do Kalorama a dançar efusivamente ao som de um house talhado para grandes eventos, com batidas gordas e sintetizadores bastante pop. Uma clara antítese do anterior e melancólico inquilino do palco MEO.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG