Exclusivo

Paolo Taviani: "O Joaquim de Almeida é um excelente profissional"

Paolo Taviani: "O Joaquim de Almeida é um excelente profissional"

Aos 91 anos, sobrevivente dos irmãos Taviani, um dos mais importantes realizadores do cinema italiano, tem novo filme, "Leonora addio".

Os irmãos Taviani, Paolo e Vittorio, formaram uma dupla muito apreciada por gerações de cinéfilos, em particular com os filmes revolucionários que se estrearam em Portugal após o 25 de Abril de 1974, como "São Miguel tinha um galo" ou "Que viva a Revolução". Em 1977, venceram a Palma de Ouro de Cannes com "Padre Padrone" e dez anos depois escolheram Joaquim de Almeida para "Bom dia, Babilónia". Vittorio morreu em 2018, aos 88 anos, e Paolo, com 91, estreou agora, em Berlim, o filme "Leonora addio". É uma nova incursão pelo universo de Pirandello, em dois capítulos, sobre a aventurosa viagem das suas cinzas de Roma para a Sicília. Mas começámos a conversa sobre o trabalho de Taviani com Joaquim de Almeida.

Recorda-se do ator português com quem filmou "Bom dia, Babilónia"?

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG