Exclusivo

Paula Rego nunca deixou de ser criança

Paula Rego nunca deixou de ser criança

Não perdeu o sentido crítico, a sátira e um humor mordaz.

Portugal perdeu ontem Paula Rego, a mais internacional das suas artistas. Faleceu em Londres, aos 87 anos, na companhia dos três filhos, Nick, Victoria e Caroline. Foi declarado um dia de luto nacional.Mas como se cria uma artista internacional nascida numa Lisboa a 26 de janeiro de 1935, filha de José Fernandes Figueroa Rego, um engenheiro electrotécnico, e Maria de São José Avanti Quaresma de Paiva Figueiroa Rego?

Os primeiros anos foram passados na Ericeira numa quinta da família, onde foi criada pelos avós paternos, residindo os pais em Inglaterra, onde terminaram os estudos. Quando regressaram a Portugal, a pequena Paula foi diagnosticada com tuberculose e necessitava do mar do Estoril para se curar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG