Coronavírus

Pavilhão Rosa Mota adia eventos e encerra até final do mês

Pavilhão Rosa Mota adia eventos e encerra até final do mês

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, adiou todos os eventos agendados para março e vai permanecer encerrado até ao final do mês, revelou hoje à Lusa o presidente da PEV Entertainment, Jorge Lopes.

"Recebemos uma recomendação e, nesse sentido, optamos por encerrar o Pavilhão Rosa Mota até ao final do mês", afirmou Jorge Lopes.

A PEV Entertainment vai fazer o balanço da situação relativamente ao surto de Covid-19 semanalmente, sendo que grande parte dos concertos que tinham agendados estão a ser adiados para outras datas.

"O setor dos eventos tem respondido bem a esta situação, não cancelando os eventos, mas sim, adiando-os", referiu.

Assim, o concerto do cantor Marco Paulo, que estava previsto para o dia 21 de março foi adiado para 23 de maio, anunciou a promotora Senhores do Ar, segundo a qual, os bilhetes adquiridos permanecem válidos para a nova data.

"Preferindo a devolução do valor do ingresso, pode-se pedir, no respetivo local de compra, no prazo de 30 dias a contar da data do evento adiado", explicou a promotora.

Também abrangido pelo encerramento do Pavilhão Rosa Mota estará, assim, o concerto de Tony Carreira, previsto para o dia 28 de março e já esgotado.

Outras Notícias