Exclusivo

Procuram-se soluções para os festivais de verão

Procuram-se soluções para os festivais de verão

Como quase tudo o que depende da evolução da pandemia, também os concertos e festivais enfrentam uma grande incógnita em 2021. Haverá condições para se realizarem? E em que moldes poderão decorrer?

Para tentar responder a estas perguntas foi criada, na semana passada, uma equipa de trabalho constituída por representantes de várias associações de promotores e técnicos, do Ministério da Cultura, das Secretarias de Estado da Saúde e do Turismo, e da Inspeção-Geral das Atividades Culturais.

Com o compromisso de reunir quinzenalmente, a equipa terá na agenda a criação de uma estratégia que possibilite a fruição destes eventos sem prejuízo da saúde pública. As regras e procedimentos terão ainda de ser estudadas, mas a disponibilidade para dialogar, por parte das autoridades, gerou algum otimismo nos promotores. "Até à data desta reunião os festivais simplesmente não iam acontecer, agora a conversa está lançada", disse ao JN Álvaro Covões, diretor do festival Nos Alive e representante da Associação de Promotores, Espetáculos, Festivais e Eventos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG