Exclusivo

Programação dos teatros terá mais circulação

Programação dos teatros terá mais circulação

Candidatura à credenciação na nova rede pode ser feita a 18 de junho. Porto e Lisboa excluídas do primeiro apoio.

"No prazo de cinco anos, será tudo diferente no tecido cultural português", assegura a ministra da Cultura, Graça Fonseca, ao JN, no rescaldo da publicação da aguardada portaria que estabelece os requisitos para a credenciação dos teatros, cineteatros e outros equipamentos culturais. Na prática, isto significa que, a partir de agora, as instituições credenciadas terão outra dinâmica, seja do ponto de vista da integração na Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP), do financiamento à programação ou, sobretudo, da maior circulação das obras.

"Durante o último ano, de emergência, foi preciso resolver o "agora". Mas também foi preciso nunca abandonar o futuro e a noção de que vai existir vida além da pandemia", sublinhou Graça Fonseca, satisfeita com o que considera ser o primeiro passo para a institucionalização da RTCP, processo de negociação que se prolongou por dois anos. "Houve regulamentação feita a par e passo e um trabalho que implicou muita discussão, mas que agora vai permitir articular, de forma integrada, os projetos artísticos apoiados pela Direção-Geral das Artes (DGArtes) e uma rede de circulação", sublinhou a responsável.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG