Artes/Etc

"Recreio" revela um olhar à altura da infância

"Recreio" revela um olhar à altura da infância

Estreia esta quinta-feira a bela e perturbadora, longa-metragem de Laura Wandel.

Não são muitos os grandes filmes a abordar de frente, com rigor, justiça e profundidade, o universo infantil. Do que nós somos quando temos algures entre seis e dez anos, quando já temos marcados fortes traços da personalidade mas ainda representamos um terreno aberto para o muito que temos para aprender, em casa, na escola, no mundo à nossa volta.

"Recreio", a esplendorosa mas altamente perturbadora obra de estreia na longa-metragem da belga Laura Wandel, entra para esse número restrito de filmes onde estão, entre outros, "Ponette" de Jacques Doillon, ou o mais recente "Petite maman - Mamã pequenina" de Céline Sciamma.

"Recreio" acompanha o regresso às aulas de Nora e do seu irmão mais velho, Abel. Quando tudo indicava que seria este a ocupar-se da irmã, num universo - a escola - que lhe era ainda desconhecido, é Nora que vai denunciar, a encarregadas, professoras e ao pai, os episódios de bullying de que Abel é vítima.

Percebe-se cedo que Laura Wandel, apesar de evidentemente apaixonada pelo tema e pelas crianças que filma, nos está a falar não apenas da infância mas da condição humana. Wandel explora temas como a violência e o sexismo. A segregação e a exclusão. Família e fraternidade.

Não mostra as crianças como seres anódinos, asséticos, sem emoções, puros e imaculados. Não tem medo de mostrar que, naquelas idades, já somos assim, para o bem e para o mal. E dá pistas. A mãe está completamente ausente da equação dramática. Para o pai estar tão presente, não pode estar a trabalhar. Desempregado? É o mais provável, mas a realizadora esconde-o, para não passar para o lado fácil da denúncia social.

Com a câmara sempre ao nível das crianças e do seu olhar, são os adultos que têm de se colocar à sua altura. Dizer que têm de se baixar seria deselegante e impróprio. Levados, quase se diria, pela mão da impressionante Maya Vanderbeque, "Recreio" c onfirma a pujança atual do cinema belga, multipremiado em Cannes, de cuja edição de 2021 vem esta obra que nos revela uma cineasta do futuro.

PUB

Recreio
Laura Wandel
2021

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG