Música

Uma catedral de madeira instala-se no Theatro Circo

Uma catedral de madeira instala-se no Theatro Circo

Nino Laisné e Daniel Zapico apresentam "Arca Ostinata" em récita única, esta sexta-feira, às 21.30 horas, em Braga. A teorba, instrumento de 14 cordas do século XVI, está no centro do espetáculo.

"Arca Ostinata" é uma ópera centrada na teorba, um instrumento do século XVI, de 14 cordas simples e uma extensão de braço, para o segundo jogo de cordas dedilhadas, interpretado por Daniel Zapico. O programa de "Arca Ostinata" contempla composições dos grandes teorbistas italianos e franceses dos séculos XVI e XVII: Alessandro Piccinini, Bellorofonte Castaldi, Giovanni Pittoni, Robert de Visée.

Mas, o espetáculo não se resume ao repertório musical e às qualidades interpretativas de Daniel Zapico. Em torno da música surgiu um desenho de cena que é uma extensão do instrumento e que o músico descreve como "uma catedral de madeira". Das entranhas da teorba surgem criativas sugestões, de um teatro de imagens espetrais, criadas especialmente para este espetáculo, pelo génio criativo de Nino Laisné.

PUB

Nino Laisné é um exemplo de pluridisciplinaridade. Formado em fotografia e vídeo e em música tradicional sul-americana navega frequentemente as áreas do cinema, música e artes performativas. As suas colaborações têm reunido bastantes atenções, a destacar o trabalho que fez com o flamenco Israel Galván, em "El Amor Brujo" , ou com o marionetista Renaud Herbin, com que criou "Open the Owl". Em 2017, criou o espetáculo "Romances inciertos, outro Orlando", fruto do seu encontro com François Chaignaud, que estreou no 72º Festival d'Avignon e que teve uma passagem por Portugal, a convite do Teatro Municipal do Porto.

O encontro com Daniel Zapico fica firmado em 2020, com a fundação da editora Alborada. A sua primeira edição "Au monde" baseou-se no manuscrito de Vaudry de Saizenay, de 1699, que os dois artistas se propuseram continuar a escrever. Este álbum recebeu inúmeros prémios.

Em dezembro de 2021, no Bonlieu Scène nationale Annecy, a dupla Laisné-Zapico criou "Arca Ostinata", uma nova abordagem da teorba através duma cenografia em constante metamorfose. A crítica francesa rendeu-se à criação, resultados a conferir esta sexta-feira, em Braga.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG