Porto

Viagem pelo topo das árvores do Parque de Serralves

Viagem pelo topo das árvores do Parque de Serralves

São 250 metros para caminhar num percurso elevado ao nível da copa das árvores. É o "Treetop Walk", o novo passeio verde inaugurado esta sexta-feira no Parque da Fundação de Serralves, no Porto. Os visitantes são convidados a respirar natureza, ouvir o chilrear dos pássaros e contemplar a paisagem de uma perspetiva diferente.

O percurso foi criado pelo arquiteto Carlos Castanheira, com a colaboração de Álvaro Siza Vieira. Um projeto, realça Carlos Castanheira, "que teve o cuidado de não prejudicar o ecossistema". E como? "Nenhuma árvore foi cortada, nem nenhuma raiz foi posta em causa", explicou. Além disso, foram usados materiais sustentáveis e o piso foi, maioritariamente, feito em madeira reciclada e recuperada de demolições e incêndios. A ideia é serpentear pelo meio das árvores "para uma nova perspetiva da paisagem que nos rodeia" e uma maneira de "aproveitar um espaço que passava despercebido no parque".

Durante o trajeto, lá em cima por entre eucaliptos, pinheiros, cedros ou carvalhos, a altura vai variando entre os 1,50 e 25 metros. Ana Pinho, diretora da Fundação de Serralves, destaca o "percurso completamente horizontal e acessível a todos". Um projeto que vai ser uma experiência para observar a a biodiversidade do Parque e para continuar o trabalho de proteção da fauna e flora desenvolvido pela Fundação há vários anos.

O passeio verde pretende ser ainda uma nova forma para "educar, estudar e transmitir conhecimentos", salienta Ricardo Bravo, coordenador técnico do Parque. O trilho inclui também um miradouro sob o lago e um auditório pensado especialmente para as sessões de serviço educativo.

Percorrer o passadiço de madeira vai ter um custo de dez euros e pode ser feito através de visitas guiadas ou de forma autónoma, com ajuda de uma aplicação móvel que vai identificar os pontos de interesse. A estrutura pode suportar três mil pessoas, embora a lotação estipulada não ultrapasse as 250, de forma a garantir qualidade às visitas. A abertura do "Treetop Walk" ao público vai acontecer este sábado, com entrada gratuita.

O projeto foi co-financiado pelo Fundo Ambiental do Estado Português, num valor de 750 mil euros. Alexandra Carvalho, presidente do Fundo Ambiental, aproveitou a ocasião para afirmar que esta é uma obra que "vai ajudar a passar uma mensagem fundamental" na área da proteção e conservação da natureza.