No dia em que Nelson Mandela cumpriria 100 anos - a 18 de julho - a praia do Aterro, em Matosinhos, recebe o festival solidário Nelson Mandela Tribute que se prolonga por três dias.

Festival Solidário

Três dias de concertos comemoram legado de Nelson Mandela em julho, em Matosinhos

Três dias de concertos comemoram legado de Nelson Mandela em julho, em Matosinhos

O evento, de cariz solidário, traz como cabeças-de-cartaz as estrelas de rock Steven Tyler &The Loving Mary Band, o mítico ativista Sir Bob Geldof, o rapper Wyclef Jean, o cubano Pablo Milanés, o senegalês Youssou N´Dour e o Soweto Gospel Choir, entre outros artistas que serão anunciados nos próximos dias. Rui Veloso e Jimmy P. são os primeiros artistas portugueses a confirmar presença no festival.

"Pretendemos que o festival seja democrático e portanto até ao final deste mês, os bilhetes têm um custo de 80 euros para os três dias. Depois dessa data, os valores passarão a ser de 40 euros por dia e de 100 euros para os três dias" revelou Telmo Fernandes, da produtora portuguesa do evento, Score Music.

O valor dos bilhetes reverterá 75% a favor da Fundação Nelson Mandela e 25% para instituições de solidariedade social que estão a ser selecionadas, entre a Score Music e a Câmara Municipal de Matosinhos, tendo sido já anunciada como uma das beneficiárias a Apela-Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica. "O tributo visa valorizar o legado de inspiração de Mandela para a mudança social através da paz e do diálogo", contou Telmo Fernandes. Os bilhetes estarão à venda a partir de amanhã, às 10 horas, no site www.nelsonmandelatribute.com.

Alfre Woodard, multipremiada atriz norte-americana protagonista de filmes como "12 anos escravo", "Mandela" ou "Bopha" ou séries como "Donas de casa desesperadas", é também uma comprometida ativista e uma das fundadoras do "Artists for a Free South Africa", grupo que promove a igualdade política e social daquele país, bem como luta contra a epidemia da sida. Amiga de longa data de Madiba, que começou por ser um dos seus ícones do tempo de faculdade, fez ontem um emotivo discurso a apelar para que as pessoas façam parte do legado de Mandela e sejam proativos. "Madiba gostava muito de música e gostava muito de dançar. Não há melhor forma de o homenagearmos nos seus 100 anos ao replicar o que ele fez em vida", comentou Alfre Woodard.

Nelson Mandela foi prémio Nobel da Paz e um estadista histórico sul-africano na luta contra a segregação racial.

ver mais vídeos