Sugestão

Vinhos: Um grande espumante, um Porto ímpar

Vinhos: Um grande espumante, um Porto ímpar

Para mim, os vinhos portugueses são obras de pessoas. Pessoas que cultivam a vinha, que trabalham na adega, que viajam pelo mundo a apresentar os seus produtos. Mas, sobretudo, pessoas que olham para este seu trabalho, não simplesmente como um negócio, mas como uma forma de estar na vida.

PUB

Escolhi, por isso, dois vinhos muito distintos. Conheço bem as pessoas que os fazem e a sua dedicação ao setor, a sua visão de longo prazo, a sua estratégia de pensar a atividade como um trabalho de gerações.

Pedro Soares foi meu estagiário em enologia em 2000. É hoje, por mérito próprio, uma das pessoas com visão estratégica mais surpreendente para o vinho da Bairrada e, de forma inequívoca, para o setor do vinho em Portugal. Para além da sua dedicação ao vinho, consegue manter o seu hobby preferido - a música. A minha escolha vai para o seu último lançamento, o Espumante Aplauso Bruto, colheita de 2015, um "blanc de noirs" ao mais alto nível. Pode, e deve, estar ao lado dos melhores espumantes mundiais.

O segundo vinho que escolhi, é, mais do que um vinho, uma raridade. É uma preciosidade que só a visão da família Flores - à frente da casa de Vinho do Porto JH Andresen há três gerações - poderia preservar e valorizar. Não é por acaso que chamam ao rosto da família, Carlos Flores, o "Mr. Tawny". A família apostou, contra a corrente, em tawny"s, e colheitas, vinhos envelhecidos em cascos de madeira.

Este colheita Andresen 1968, 50 anos de vida, é um verdadeiro hino nacional. Um Porto que, do meu ponto de vista, podia ser pontuado na escala máxima em qualquer concurso mundial. Obrigado ao Carlos e a toda a família por fazerem algo tão distinto e identitário.

Aplauso - Branco Bairrada DOC Bruto 2015
Produtor: Ampulheta Magica

Andresen Colheita 1968 - Vinho do Porto

Produtor: J.H. Andresen

Todos os domingos, na edição impressa do JN, damos-lhe sugestões de vinho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG