Imagens

Últimas

Opinião

A Internet das pessoas

O termo IoT está hoje disseminado em todo o mundo, significando a Internet das Coisas (Internet of Things). Trata-se de colocar sensores em tudo o que é físico - as coisas -, de forma que se possa controlar remotamente várias das suas características, incluindo a posição. Muito útil, convenhamos, num mundo em que o físico e o digital se fundem, quase sempre para nossa conveniência. Ainda assim, questiono-me sobre o papel da Internet junto das pessoas, sobretudo das mais vulneráveis. A resposta, ou uma resposta, chegou-me esta semana, por via de um projeto-piloto que está a decorrer em Trás-os-Montes, designado "Idoso(@) Ativo(@)".

Opinião

Os exames não podem valer tudo

Notícias desta semana avançam que, no novo modelo de acesso ao Ensino Superior, os exames finais deixam de ser obrigatórios para a conclusão do Ensino Secundário, mas ganham mais peso para quem quer prosseguir os estudos, podendo valer, pelo menos, metade da nota de acesso a uma universidade ou a um politécnico. Tal decisão contraria a valorização da aprendizagem contínua e a importância da formação integral dos estudantes que tanto se tem defendido.

Opinião

Évora: o elogio ao vagar

Não imagino se a equipa que preparou a candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027 leu o livro "Hipercultura - o Preço da Pressa", de Stephen Bertman. É que no conceito de vagar da candidatura estão lá muitas ideias desta obra que nos coloca no trilho perfeito para pensar as limitações de uma sociedade gerida pelo "agora e já". Daqui em diante, Évora terá de se concentrar no mais difícil: criar públicos disponíveis para o consumo da cultura.