Imagens

Últimas

Opinião

#filmes

Quando ouvi a notícia na rádio do carro que um filme português era candidato aos Oscars, cheirou-me logo a esturro. Abri o capô. A bateria fritou, mas o odor era mais cinematográfico: afinal, confirmei depois, o tal filme é uma curta-metragem (14 minutos) de bonecos. Palmas. Mas pensei que estávamos a falar de uma megaprodução ao estilo da Jornada Mundial da Juventude. Em termos de efeitos especiais, o Oscar estava no papo. Porém, receio que a polémica sobre o assunto não se esgote na fatura milionária do altar (alguém pediu um orçamento a Noé, com experiência em grandes construções em madeira?). A aventada utilização do altar para palco de festivais de música faz-me temer uma manifestação de palcos de festivais. Quem é o altar para interpretar o papel de um palco de festival? Palcos de todo o Mundo, uni-vos!

Opinião

#descascadela

Mais difícil do que passar uma semana sem uma greve de professores, mais difícil do que encontrar um membro para o Governo sem rabos de palha, mais difícil do que vivermos um mês sem que um autarca ou um deputado passe por um estabelecimento prisional na ótica do utilizador, mais difícil do que Lisboa não ficar alagada sempre que chove, mais difícil do que sucederem-se dois dias sem que a TAP atribua um prémio ou subsídio aos administradores... é descascar um ovo cozido! A clara fica sempre esfacelada e o ovo irreconhecível, até para a galinha que o pôs. Pior, só mesmo limpar o lavatório após cortar a barba com a máquina. Os pelos ficam de tal forma colados à cerâmica que nem com rebarbadora de lá saem. Mais grave: se os ovos, mesmo desfigurados, podem ser comidos, os pelos da barba causam-me problemas gástricos. E embaciam-me o baço.

Opinião

#farturas

Não há fome que não dê em fartura. O pensamento invade-me os neurónios, os poucos que ainda resistem, sempre que saio da estação de metro de Santo Ovídio e vejo a rulote que, por estes dias, abancou na rotunda. Ainda ponderei comprar um canudo de massa frita, mas não tinha dinheiro. Carteira faminta. E o multibanco também estava de barriga vazia. Pobres banqueiros. Mas atenciosos. Sem que nada tivesse pedido, recebi uma simpática mensagem a informar que não tinha direito a qualquer negociação do empréstimo para a casa. Para tirar todas as dúvidas, o "estimado cliente" recebeu duas mensagens com a mesma informação. Muito grato. Só quando aumentam as taxas e as comissões é que os avisos chegam em letras tão raquíticas que é preciso uma lupa para conseguir ler. Será falta de açúcar? Uma fartura deve resolver o problema.

Opinião

#genteboa

Depois das estapafúrdias justificações dos bancos para carregarem nos juros dos empréstimos mas não aumentarem os juros dos depósitos e das estrambólicas explicações das petrolíferas para as constantes subidas e tímidas descidas dos preços, só faltava a ERSE vir "esclarecer" a nova escalada da tarifa da eletricidade. "Sendo o diferencial de custos da produção em regime especial dependente da diferença entre os preços garantidos à produção em regime especial e os preços de energia observados no mercado grossista, a descida observada nos preços de energia nos mercados grossistas, em outubro e novembro, faz com que os valores de sobreganho da PRE a devolver aos consumidores sejam significativamente inferiores aos valores previstos na proposta tarifária de 15 de outubro".

Sanção

Câmara do Porto multa empresa que fiscaliza parcómetros da Foz

A Câmara do Porto pretende aplicar uma multa de 295 mil euros à empresa responsável pela fiscalização dos parcómetros na zona ocidental da cidade. Segundo a Câmara, a concessionária não fiscalizou o estacionamento pago na zona da Foz entre 2 e 31 de outubro do ano passado, desrespeitando o contrato. A empresa argumenta que ficou sem pessoal de forma inesperada, que sempre informou a Autarquia da situação e que o problema foi pontual.