Imagens

Últimas

Exclusivo

37% das vagas abertas para médicos de família ficaram desertas

O concurso nacional para colocação de recém-especialistas em Medicina Geral e Familiar nos centros de saúde ficou com 37% das vagas vazias, num total de 160. Dos 379 candidatos, 107 desistiram. A associação que representa as Unidades de Saúde Familiares e o Sindicato Independente dos Médicos lamentam os resultados, mas dizem que eram muito previsíveis. Pôr médicos sem especialidade nos centros de saúde a receber mais do que os especialistas será "a última pedra".