Imagens

Últimas

Opinião

#Igreja

Apenas sete casos, das mais de 300 denúncias feitas sobre abusos sexuais cometidos por membros da Igreja, estão a ser investigados pelo Ministério Público. São sete, não são nem o pico mais alto do icebergue, mas são qualquer coisa. Uma ínfima luz que paira sobre a impunidade dos que sempre esconderam os seus podres debaixo das alvas enquanto pregavam o bem ao Mundo, a bater com a mão no peito. A impunidade não pode vestir-se desse branco pureza. Quem comete crimes, tem de os pagar. Quem os sabe, tem de os denunciar, sobretudo quando tem como dogma de vida a proteção dos inocentes. Os casos de abusos sexuais levam décadas a chegar à luz, basta ver que duas em cada três denúncias são de vítimas que têm hoje mais de 46 anos de idade, e não podem bater na trave. É o Papa que quer justiça. Não sei se há lugar à redenção.

Opinião

#caraA/B

O S., sabendo como gosto de conversas existenciais embaladas pela Lua, disse-me, como quem quer começar uma discussão, que todos temos uma cara A e uma cara B. A teoria não oferece grande resistência. Basta pensar que um psicopata pode ser um filho amoroso para a mãe. Todos podemos, a certo momento, ser uns fofinhos ou um Gru maldisposto. Vejo é muita gente que parece que come limões amargos ao pequeno-almoço - imaginem aqui aquele boneco verde que aparece nas mensagens de telemóvel - e que se irrita com as mais pequenas coisas. Deve ser tudo isto, as muitas caras que nós temos, a origem de tanta guerra no Mundo. Se cada um não consegue ceder um milímetro, ou até alguns centímetros, mais que não seja para dar passagem a algum carro quando o semáforo fica verde, não há cara simpática que resista. E as reações nem sempre são proporcionais.

Opinião

#sufoco

É uma espécie de inferno que desce à Terra, meio crime, meio negligência. E, no meio das chamas, qual salvador divino, os olhos prendem-se na simplicidade de uma imagem, de uma ovelha salva do sacrifício de morrer também ela nas chamas, onde mergulham para sempre perdidos outros animais, bens e casas. Os incêndios são uma prisão sem condicional. Que tempo faz no teu país? No Porto, diria que 30 graus é incrível. Isso é para meninos, na minha Austrália, há dias em que o termómetro bate nos 50! Tive esta conversa há uns anos e quando me dizem que este pode ser o verão mais fresco dos que estão para chegar - sim, mais fresco - aí apetece-me dizer aos negacionistas das alterações climáticas que mudem para Marte. A senhora da loja de eletrodomésticos diz que as ventoinhas esgotaram. Do mal o menos, o que está esgotado é este nosso massacre ao planeta.