Imagens

Últimas

Exclusivo

Professores contestam burocracia e falta de apoio para deslocados

Ana Simões, professora de História em Ílhavo, é docente há 22 anos mas só vinculou este ano. Critica o "excesso de burocracia" e o "sistema de quotas" no ensino, não considerando "razoável" que os professores que andam "com a casa às costas" não tenham apoios do Estado. Estas são apenas algumas das "injustiças" que a fizeram sair à rua em protesto, na manhã desta terça-feira, em Aveiro. Juntou-se a centenas de colegas de profissão na Praça Joaquim Melo Freitas, para o segundo dia de greve.