Para nunca ter de sonhar com "aquela que escapou"

Para nunca ter de sonhar com "aquela que escapou"
Produzido por:

Há dois momentos chave quando se decide comprar uma casa: deparar-se de repente com a casa dos seus sonhos e ligar para o número que aparece no cartaz...

Passamos anos a sonhar com a "casa ideal": uma vivenda a bom preço numa zona com boas escolas, ou um apartamento duplex com vista para a praia. Não é fácil vermos materializado o "lar doce lar" que idealizámos. Até que de repente, no habitual percurso para o trabalho, vemos um cartaz com um número de telefone pendurado numa casa à nossa medida - e esse é o instante decisivo que não nos podemos dar ao luxo de perder.

Hoje em dia, o mercado imobiliário está ao rubro: se em anos anteriores uma casa era apenas um sonho para colocar na lista de desejos para o futuro, a melhoria das condições económicas do país, a descida do desemprego, e o progressivo aumento do poder de compra e a baixa de taxas de juro estão a motivar os portugueses a concretizar um objetivo há muito tempo adiado. Com este aumento de procura, é fácil que a nossa casa de sonho"voe" para outras mãos.

A solução passa por encontrar um parceiro de confiança, e acima de tudo, que corra à velocidade do mercado. O NOVO BANCO sabe que o tempo que demora entre o pedido inicial de crédito e a resposta ao mesmo pode ser decisivo para garantir que os clientes consigam a casa dos seus sonhos, e por isso mesmo responde em 24 horas. Mas não fica por aí.

Comprar uma casa, seja nova ou não, é sempre um processo com várias etapas. E ao longo de todas essas etapas pode fazer toda a diferença, razão pela qual os clientes de Crédito Habitação do NOVO BANCO podem contar com a ajuda de especialistas desde o momento em que fazem o pedido até à assinatura da escritura. Tudo isto contribui para uma experiência que é mais rápida, mais transparente e, acima de tudo, mais tranquila para quem está desejoso de escolher a cor das paredes da casa nova (que é algo em que o especialista do NOVO BANCO poderá até ajudar, ainda que não oficialmente).

ver mais vídeos