Desporto

34 feridos nos incidentes que impediram realização do Bursaspor-Besiktas na Turquia

34 feridos nos incidentes que impediram realização do Bursaspor-Besiktas na Turquia

Trinta e quatro pessoas, entre as quais nove agentes da polícia, ficaram feridos no sábado em Bursa, Turquia, na sequência dos graves incidentes que impediram a realização do jogo Bursaspor-Besiktas, da 32.ª jornada do campeonato turco de futebol.

Duas horas antes da recepção à equipa dos portugueses Simão, Hugo Almeida, Quaresma e Manuel Fernandes, adeptos do Bursaspor atacaram com pedras e bastões apoiantes adversários e a polícia anti-motim, que teve de utilizar gás lacrimogéneo e matracas, disse o governador de Bursa, Sehabettin Harput.

Após os confrontos se terem prolongado por várias dezenas de minutos, durante os quais as imediações do estádio se transformaram num verdadeiro campo de batalha, a polícia interpelou cerca de uma centena de pessoas, segundo avança este domingo a imprensa desportiva turca, citada pela agência AFP.

PUB

A Federação Turca de Futebol (TFF) decidiu anular o jogo, por temer pela segurança dos jogadores e restante comitiva do Besiktas.

Desde há vários anos que cada encontro entre o Besiktas e o Bursaspor origina violentos confrontos entre adeptos dos dois clubes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG