José Mourinho

A passagem de ano mais cara de Fábio Coentrão

A passagem de ano mais cara de Fábio Coentrão

Lateral português do Real Madrid chegou 60 minutos atrasado no primeiro dia de treinos do ano, e foi multado em 30 mil euros pelo clube, apesar de estar lesionado.

Fábio Coentrão, o lateral esquerdo da selecção nacional e do Real Madrid, foi severamente admoestado com uma multa de 30 mil euros pelo seu atraso na entrada para o primeiro dia de treinos do ano no Real Madrid.

Um atraso de 60 minutos que causou a indignação do treinador José Mourinho, que não hesitou em aplicar uma multa de valor avultado a um dos seus homens de confiança dentro do clube.

O comportamento de Coentrão parece ter esgotado a paciência do treinador do Real Madrid, que foi um dos grandes entusiastas da sua contratação aquando da sua entrada no clube espanhol e é um dos seus grandes defensores dentro daquela instituição.

Segundo o diário espanhol "El Mundo", o número 5 do Real Madrid, que este ano disputou 10 jogos nas quatro competições nas quais o clube campeão espanhol participa, está a enfrentar um forte contestação por parte dos aficcionados "blancos".

E nem o golo de Coentrão no último jogo no qual participou, frente ao Espanhol de Barcelona, parece ter facilitado a sua cada vez mais díficil permanência no clube.

Este incidente passou-se durante o primeiro dia de treinos do ano, na sessão da tarde, que começava às 16 horas, e que para Fábio Coentrão começou uma hora mais tarde.

Durante a sessão vespertina, Coentrão e o resto do grupo de lesionados de grande duração do clube, Albiol e Marcelo, não iam a participar nos trabalhos da equipa principal, que se encontra em preparativos para o próximo jogo do clube frente aos bascos da Real Sociedad.