Exclusivo

A prova dos nove em como é difícil marcar nos clássicos

A prova dos nove em como é difícil marcar nos clássicos

Cinco jogadores do Sporting já festejaram frente ao F. C. Porto, que tem quatro atletas com pé quente ante o rival. Dragões são mais experientes.

Os grandes artistas gostam dos grandes palcos, mas também não é novidade nenhuma que o nível de dificuldade aumenta e isso fica bem demonstrado no histórico dos embates entre Sporting e F. C. Porto que tem, amanhã (20.30 horas, SporTV), mais um capítulo, o primeiro de 2021/22.

Analisando o plantel das duas equipas em todas as competições, apenas nove jogadores (num total de 43, não contando com os guarda-redes) conseguiram marcar ao rival, com vantagem verde e branca. Os leões têm cinco jogadores que já marcaram aos dragões, destacando-se os três golos de Nuno Santos (dois ao serviço do Rio Ave e um no Sporting). Jovane Cabral, que bisou na meia-final da Taça da Liga da época passada, e Paulinho, que celebrou duas vezes ainda com a camisola do Braga, completam o pódio leonino. Coates e Pedro Gonçaves, este quando ainda estava ao serviço do Famalicão, são os outros sportinguistas que já levantaram os braços frente ao adversário deste fim de semana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG