Futebol

Académica vence União de Leiria por 2-1

Académica vence União de Leiria por 2-1

A Académica venceu esta segunda-feira a União de Leiria, por 2-1, na Marinha Grande, na primeira jornada da Liga de futebol, uma partida marcada pela reviravolta conseguida pela equipa de Coimbra na segunda parte.

Num jogo raramente bem jogado, mas sempre emotivo, a União de Leiria foi para o intervalo a ganhar, numa grande penalidade convertida por Bruno Moraes, mas a Académica reagiu bem e deu a volta ao marcador com golos de Danilo e Éder.

Na estreia de Pedro Emanuel como técnico principal, a Académica começou melhor, muito rápida sobre a bola. Logo aos três minutos, Diogo Valente rematou à barra e colocou a União de Leiria em sentido.

Coube ao avançado Jô empurrar a União de Leiria para a frente, com um estilo veloz, bem diferente do restante conjunto, ainda preso e a acusar a presença de oito caras novas no "onze" inicial. Aos 15 minutos, o brasileiro obrigou Peiser a esmerar-se para evitar o primeiro golo.

Musculado, o encontro não primou pela qualidade, mas a pressão intensa da Académica e a velocidade de Jô permitiram algumas oportunidades no primeiro tempo.

Aos 20 minutos, Éder quase aproveitou uma confusão na área para marcar, mas rematou contra um defesa.

Na área contrária, Jô surgiu que nem uma flecha aos 25 minutos, Hélder Cabral esticou a perna e derrubou o avançado da União de Leiria. Cosme Machado assinalou a grande penalidade e Bruno Moraes converteu com tranquilidade.

A equipa de Pedro Emanuel intensificou o esforço para impedir a circulação de bola adversária, mas Jô quase elevou a vantagem no marcador, em nova oportunidade aos 40 minutos.

Os últimos instantes antes do intervalo foram agitados e serviram de prenúncio para a segunda parte: a Académica ensaiou a reviravolta com lances perigosos que Hélder Cabral e Éder desperdiçaram.

A Académica regressou do descanso menos dinâmica, mas igualmente perigosa. Logo a abrir, Éder voltou a comprometer na finalização, só com Luiz Carlos pela frente, após assistência de Sissoko.

A União de Leiria recuou, tornou-se mais compacta, mas deixou de ser perigosa. E permitiu o avanço em bloco da equipa de Coimbra, preferindo perder tempo sempre que podia.

Aos 66 minutos, Marinho, em boa posição, rematou por cima quando estava em situação privilegiada. A Académica nunca desistiu e acabou por chegar ao empate ao 77 minutos.

Num lance em que a equipa da casa parou a pedir jogo perigoso de Éder, Danilo aproveitou a passividade para rematar rasteiro, com a bola a desviar num defesa antes de entrar.

A União de Leiria tentou a reacção e Luís Leal rematou com perigo por cima da baliza contrária, mas logo depois a Académica consumou a reviravolta no marcador.

Aos 81 minutos, Hugo Alcântara perdeu uma bola para Marinho, que serviu Éder para o 2-1 final, perante a desorientação da equipa da casa.

Incapaz de ir atrás do empate, a União de Leiria repetiu a tradição de perder na primeira jornada, o que só não aconteceu em 1999 e 2004. Pelo contrário, a Académica interrompeu venceu pela primeira vez em casa da União de Leiria desde 2005/06.

Outras Notícias