Desporto

Acidente com Bosingwa "fintou" carreira de futebol de Sandro

Acidente com Bosingwa "fintou" carreira de futebol de Sandro

Em Maio de 2005 o futebolista Sandro Luís foi notícia por ter ficado gravemente ferido num acidente que envolveu o internacional português Bosingwa. Deixou os relvados e começou a praticar ciclismo adaptado, agora sonha com uma presença nos Jogos Paralímpicos.

Aos 26 anos, Sandro Luís refere que o ciclismo, que começou a praticar há três anos, é uma forma de se manter "activo e continuar a competir".

Para trás ficou o futebol, que praticou entre os seis e os 21 anos, uma actividade que descreve como a grande paixão da sua vida.

"Era a minha profissão, a minha paixão. Perdi muito, mas encontrei outra forma de estar no desporto, de uma forma menos exigente, mas mais divertida e com pessoas que se superam diariamente", conta.

Sandro Luís foi a vítima mais grave de um aparatoso acidente na A4, depois de o jeep, conduzido pelo internacional português Bosingwa e no qual seguiam mais três futebolistas, se ter despistado.

O agora ciclista jogava então no clube açoriano Os Minhocas, da III divisão, mas tinha outros sonhos dentro dos relvados.

"Jogava nos Minhocas, da III divisão, depois de já ter passado pelo Belenenses e Boavista. Nessa altura tinha perspectivas de ir para um clube melhor", afirma, com o filho Pedro ao lado, nascido apenas um mês depois do acidente.

Sandro admite que "às vezes ainda custa" não poder jogar futebol", mas lembra, resignado: "Há coisas que não podemos evitar, e nem tudo é como nós queremos".

Actualmente pratica ciclismo adaptado, mas também participa em provas de estrada "com os atletas ditos normais e BTT".

Numa modalidade à qual chegou por "brincadeira" por intermédio de um dos seus professores no ginásio e que era treinador de ciclismo, Sandro persegue um sonho paralímpico.

"Tenho o objectivo de ir em 2012 aos Jogos Paralímpicos de Londres, sei que não vai ser fácil, mas estou a trabalhar para isso", disse.

Sandro Luís é um dos mais de 800 atletas que estão reunidos em Coimbra nos Jogos de Portugal, uma competição que junta atletas das cinco áreas de deficiência.