Andebol

Águas Santas ganha vantagem sobre o Belenenses na Liga Europeia

Águas Santas ganha vantagem sobre o Belenenses na Liga Europeia

O Águas Santas ficou, esta terça-feira, em vantagem na segunda eliminatória da Liga Europeia, ao vencer o duelo 100% português frente ao Belenenses, por 23-20, e vai procurar agora garantir o apuramento em casa.

Num encontro entre duas equipas que se conhecem bastante bem, e que, inclusive, se tinham enfrentado no fim de semana, também com triunfo do Águas Santas (27-29), a equipa orientada por Ricardo Moreira voltou a superiorizar-se no Pavilhão Acácio Rosa.

Gustavo Oliveira, do Águas Santas, e Edvaldo Ferreira, do Belenenses, apontaram seis golos cada e foram os melhores marcadores do jogo, que tem a segunda mão agendada para 04 de outubro, às 19:45, no pavilhão do Águas Santas, na cidade da Maia.

PUB

A partida iniciou a um ritmo frenético, com golos de parada e resposta, tendo a equipa da casa chegado a uma vantagem de dois golos, que, contudo, rapidamente a perdeu, face à recuperação dos forasteiros, não tão contundente por causa de Miguel Moreira.

O guarda-redes do Belenenses ia travando a superioridade do Águas Santas na partida, embora não fosse suficiente para impedir a ascensão dos nortenhos no marcador, que, aos 5-7, assentou de vez e abalou os 'azuis', chegando ao intervalo a vencer por 10-15.

Com algum desperdício no momento de atirar à baliza, por parte dos dois conjuntos, a vantagem do Águas Santas era, talvez, exagerada, o que acabou por se verificar depois da reação efetuada pelo Belenenses no reatamento, com desvantagem de cinco golos.

Graças a um parcial de cinco tentos consecutivos, a formação de Lisboa diminuiu para somente um ponto a desvantagem trazida da primeira parte, mas no momento crucial não conseguiu igualar, permitindo uma resposta adversária, mas rapidamente anulada.

Rui Barreto, do Belenenses, e Carlos Santos, do Águas Santas, foram admoestados com o cartão vermelho aos 48 e 49 minutos, respetivamente, numa altura em que a equipa lisboeta estava melhor no jogo, mas, nos derradeiros minutos, quase não houve golos.

Os visitantes souberam segurar a vantagem de três golos até ao final da partida (20-23), que transportam para a partida da segunda mão, no seu pavilhão, daqui a uma semana.

Ficha de jogo:

Jogo realizado no Pavilhão Acácio Rosa, em Lisboa

Belenenses -- Águas Santas, 20-23

Ao intervalo: 10-15

Sob a arbitragem dos eslovacos Boris Mandak e Mario Rudinsky, as equipas alinharam e marcaram:

Belenenses (20): Miguel Moreira, Rui Barreto (1), Gonçalo Nogueira (1), Nélson Pina, Bruno Moreira (2), Christopher Selles (3) e Edvaldo Ferreira (6). Jogaram ainda Uros Markovic (1), Tomás Ferreira (1), Pedro Santana (2), Diogo Domingos, Tiago Pereira (1), Tiago Ferro (2), Custódio Gouveia e Carlos Siqueira

Treinador: Carlos Jorge

Águas Santas (23): Diogo Ribeiro, Afonso Lima (2), Miguel Pinto (3), Fábio Teixeira (2), Carlos Santos (1), José Barbosa e Gustavo Oliveira (6). Jogaram ainda Francisco Fontes, João Gomes (4), Nuno Queirós, Mário Lourenço (4), Miguel Baptista, João Furtado (1) e Alexandre Magalhães

Treinador: Ricardo Moreira

Assistência: Cerca de 500 espetadores

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG