Tondela - Benfica

Águia voa pela Beira Alta e só com a asa esquerda

Águia voa pela Beira Alta e só com a asa esquerda

Vinte minutos de grande nível de Grimaldo e Everton chegaram para garantir os três pontos (2-0). Helton Leite responde à tentativa de reação dos tondelenses.

Um flanco canhoto absolutamente endiabrado na primeira parte foi o que bastou para a equipa de Jorge Jesus cumprir a missão e garantir o triunfo (2-0), antes do clássico "milionário" com o F. C. Porto, na próxima quinta-feira. O Tondela não tremeu mesmo depois de se ver a perder por dois golos de diferença e só uma grande exibição do guarda-redes dos encarnados impediu outra emoção na Beira Alta.

Sem Otamendi, castigado, e Jardel, lesionado, o técnico do Benfica prescindiu de três centrais e lançou Gilberto como defesa direito, de forma a proteger Diogo Gonçalves, em risco de falhar o duelo com os dragões caso visse um amarelo. Waldschmidt fez de Darwin no apoio a Seferovic, com o suíço a falhar um golo cantado aos nove minutos, depois de uma jogada brilhante entre Grimaldo e Everton no flanco esquerdo.

O Tondela não aprendeu nada com o aviso. Salvador Agra não acompanhava as subidas de Grimaldo e, apenas três minutos depois, o filme repetiu-se mas com outro desfecho: o defesa espanhol lançou Everton, que esperou pelo momento certo para encontrar Pizzi ao segundo poste e o capitão benfiquista não perdoou.

O extremo brasileiro estava claramente em alta e, aos 19 minutos, sacou um remate em arco com o pé direito que só parou no fundo da baliza de Trigueira. Com dois golos de desvantagem e muito tempo para jogar, os beirões deram um pequeno sinal de vida quando João Pedro lançou Mario González, mas o avançado falhou na cara de Helton Leite, numa espécie de ensaio geral para o que seria o argumento da segunda parte. Logo a abrir, um raro erro de Lucas Veríssimo lançou González para o golo, mas Helton Leite ganhou o segundo "round" - e o terceiro e o quarto! - frente ao ponta de lança.

PUB

Depois dos sustos, Jesus trancou o meio-campo e o festival de desperdício passou para a outra área, onde Seferovic, Pizzi, Grimaldo e Cervi ameaçaram o terceiro. O golo não chegou, mas o Benfica segurou os três pontos e continua bem vivo na luta pelo apuramento direto para a Champions.

Veja os golos de Pizzi e Everton:

Veja o resumo:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG