O Jogo ao Vivo

Brasil

Ai Jesus. À terceira pode ser de vez

Ai Jesus. À terceira pode ser de vez

Após duas finais perdidas no Benfica, JJ pode levar este sábado o Flamengo à glória na Libertadores e juntar-se a lista ilustre.

O campeonato brasileiro está no bolso do Flamengo e até pode ser selado este domingo, se o Palmeiras não ganhar ao Grémio, mas as atenções de Jorge Jesus estão todas voltadas para a final da Taça Libertadores com o River Plate.

Consumada a proeza de devolver o clube carioca ao patamar mais alto da maior competição sul-americana, onde o Mengão não chegava desde 1981, o treinador português tentará colocar a cereja no topo do bolo e abrir caminho a duas noites de carnaval antecipado no Rio de Janeiro.

Conquistar o troféu este sábado, no Peru, permitirá a Jesus quebrar o enguiço das grandes finais perdidas - deixou escapar as da Liga Europa em 2013 e 2014, quando orientava o Benfica - e juntar-se a Manuel José, José Mourinho, Artur Jorge e Villas-Boas na lista dos técnicos lusos com títulos internacionais de clubes no palmarés.

Sem esquecer que uma vitória garante presença no Mundial de Clubes, em dezembro, a conta bancária de JJ também agradecerá um triunfo, pois o Flamengo acordou com o treinador português um prémio superior a dois milhões de euros em caso de conquista do Brasileirão e da Libertadores.

Pela frente, o Fla tem o desafio supremo de tentar derrotar o detentor do troféu. Três vezes finalista desde 2015, o River Plate venceu o Boca Juniors na decisão do ano passado, pela mão do técnico Gallardo, e também bateu o grande rival nas meias-finais deste ano.

Com um português no palco, as duas melhores equipas da América do Sul entram em campo para um tira-teimas de emoções à solta. Jesus vai à luta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG