Voleibol

AJM/F. C. Porto volta a vencer Leixões e assegura título feminino

AJM/F. C. Porto volta a vencer Leixões e assegura título feminino

O AJM/F. C. Porto assegurou, este domingo pela primeira vez, o título de campeão português de voleibol feminino, ao vencer (3-2) na receção ao Leixões no terceiro jogo da final.

O novo campeão venceu o primeiro jogo desta final, em Matosinhos, por 3-2, e depois recebeu o Leixões e ganhou os dois jogos que aí foram disputados, por 3-1 o de sábado e por 3-2 o deste domingo, o que lhe valeu a conquista do seu primeiro título nacional nesta modalidade.

O Leixões, que esta época já havia conquistado a Taça de Portugal, foi um adversário que deu muita luta e hoje não foi exceção, tendo forçado mesmo um quinto "set" que caiu para a equipa com mais soluções individuais e que teve menos oscilações no seu rendimento.

As leixonenses equilibraram o primeiro parcial nos momentos iniciais (6-6), mas depois o adversário estabilizou o seu jogo, melhorou o seu desempenho defensivo e atacante e distanciou-se no marcador (17-11 e 21-13).

O Leixões ainda reduziu para 22-17, mas o AJM /F. C. Porto impôs o seu bloco defensivo voltou a funcionar e fechou a seu favor as contas deste "set", que se desequilibrou de forma decisiva quando o marcador saltou de 12-11 para 17-11.

A atacante brasileira Madeline Paredes esteve abaixo do que se lhe vira nos jogos anteriores, em grande medida devido ao desempenho defensivo do AJM/F. C. Porto, e isso deixou a equipa de Matosinhos com muito menos opções ofensivas face à resposta defensiva que o adversário evidenciou.

O Leixões começou bem o "set" seguinte (2-5), liderou o marcador durante boa parte do tempo e depois cedeu ante a forte reação contrária, com Carla Cotito e Renta Colombo fortes no ataque e uma defesa junto à rede que foi capaz de travar os remates de Madeline Paredes.

PUB

O quarto parcial foi uma luta quase ombro-a-ombro, sendo que o AJM/F. C. Porto esteve ganhar por 5-1 e o Leixões virou o jogo a seu favor (7-8) e manteve-se na frente até ao fim, apesar da forte réplica que adversário lhe deu e que ficou espelhada no resultado deste "set" (23-25).

Com as duas equipas empadas 2-2, o jogo foi para uma 'negra' e aí o AJM/F. C. Porto dominou, visto que obteve rapidamente uma vantagem pontual significativa (8-2) e que comprometeu as aspirações do Leixões a ganhar este jogo e a manter-se na luta pelo título.

Mais confiante, mais forte no ataque e mais segura a nível defensivo, a equipa do AJM/F. C. Porto acabou vencer este parcial decisivo por 15-10 e a final por 3-0, o que lhe permitiu festejar em casa a conquista do título nacional desta época.

Ficha de jogo:

Jogo no Dragão Arena, no Porto

AJM/F. C.Porto - Leixões, 3-2

Parciais: 25-19, 25-19, 15-25, 23-25 e 15-10

Sob a arbitragem de Raquel Portela e José Caramez, as equipas alinharam:

AJM/F. C. Porto: Viviana Araújo, Taylor Hughes, Luana Gomes, Clara Cotito, Clarisse Peixoto, Renata Colombo e Joana Resende (líbero). Jogaram ainda: Katia Oliveira, Jordane Tolentino, Yasmin Lara, Bárbara Gomes e Tânia Oliveira

Treinador: Rui Moreira

Leixões: Fernanda Silva, Eliana Durão, Maria Noel Pandulli, Viviane Isidoro, Madeline Paredes, Adriana Monteiro e Beatriz Costa (líbero). Jogou: Adriana Monteiro e Carina Moura, Fabíola Gomes e Maria Inês Peneda

Treinador: Miguel Coelho

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG