Luto

Alverca despede-se de Alex Apolinário

Alverca despede-se de Alex Apolinário

O Alverca, último clube de Alex Apolinário, e várias figuras do futebol português prestaram esta quinta-feira a última homenagem ao jogador brasileiro, que morreu, aos 24 anos, depois de ter caído inanimado durante um jogo.

Entre a 9 e as 10 horas, o plantel principal do Alverca, elementos da equipa B e de sub-19, bem como toda a estrutura e funcionários do clube, despediram-se do médio ofensivo, que representou o clube desde a época 2018/19.

A partir das 10 horas, num momento de grande consternação, centenas de pessoas prestaram a última homenagem a Alex Apolinário, cujo velório se realizou pavilhão gimnodesportivo do Alverca.

Passaram pelas instalações do clube do Concelho de Vila Franca de Xira, o presidente de Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, e o diretor técnico nacional, José Couceiro, antigo diretor do clube ribatejano.

Nuno Lobo, presidente da Associação Futebol de Lisboa, e Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores, estiveram igualmente em Alverca.

A União Desportiva Vilafranquense, clube vizinho e rival, praticamente sem relações com o Alverca, esteve representado por Osvaldo Voges, presidente da SAD, e por Márcio Quendera de Oliveira, presidente do clube.

PUB

Vários outros clubes marcaram ainda presença, casos do Real Massamá, 1.º Dezembro e Sintrense, antes de o corpo de Alex Apolinário ser transportado para o Brasil.

Alex Apolinário caiu inanimado no relvado aos 27 minutos do jogo entre o Alverca e a União de Almeirim, a contar para a 10.ª jornada do Campeonato de Portugal, realizado em 03 de janeiro 2021.

Depois de ter sido utilizado um desfibrilhador no local para reanimar o jogador, Alex Apolinário morreu no Hospital de Vila Franca de Xira, após alguns dias em coma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG