O Jogo ao Vivo

Futebol

Amorim: "Não concordo que o Sporting seja a melhor equipa em Portugal"

Amorim: "Não concordo que o Sporting seja a melhor equipa em Portugal"

O treinador do Sporting, Ruben Amorim, rejeitou esta sexta-feira que o Sporting seja a equipa que pratica o melhor futebol na Liga e voltou a colocar um travão na eventual euforia resultante da liderança.

Na antevisão da partida de sábado, frente ao Vitória de Guimarães, o técnico dos "leões" insistiu no discurso "jogo a jogo" e lembrou que a equipa vai ter "altos e baixos" durante a época, que ainda só teve seis jornadas.

"Não concordo que o Sporting seja a melhor equipa a jogar em Portugal. Isso vê-se jornada a jornada, à segunda era o F. C. Porto, depois de uma vitória por 5-0, depois foi o Benfica que ia na frente, o Sporting de Braga que já não perdia há vários jogos e agora [diz-se que] é o Sporting", desvalorizou o treinador leonino em conferência de imprensa na Academia de Alcochete.

Por isso, Ruben Amorim procurou, ao longo da semana, "desconstruir tudo em volta do primeiro lugar", sublinhando que a única forma de manter a liderança é "vencendo o próximo jogo", frente a um Vitória de Guimarães que é "uma excelente equipa", que luta por "objetivos altos" e que tem individualidades como "Edwards e Quaresma, que podem fazer a diferença".

Ainda assim, garantiu que "o Sporting está preparado para as dificuldades", mas rejeitou que a partida no Estádio D. Afonso Henriques se torne menos complicada para a jovem equipa leonina por decorrer à porta fechada, devido à pandemia de covid-19.

E sobre a eventual pressão que a equipa poderia sentir na presença do exigente público de Alvalade, admitiu que é algo que só se saberá "quando os adeptos voltarem" às bancadas.

PUB

"O que interessa é que a equipa se adaptou às circunstâncias. Os nossos adeptos também estão a ter um sinal durante este período, a ver o que a equipa precisa. Os adeptos do Sporting são inteligentes e estão em casa a preparar-se para isso", elogiou Ruben Amorim.

Desafiado a comentar o momento de forma de Pedro Gonçalves e Nuno Santos, jogadores que têm tido papel de relevo na manobra da equipa, o treinador preferiu reforçar a "união" do grupo e que a equipa "está preparada" para lutar nos maus momentos.

"Gosto de realçar também o trabalho do TT [Tiago Tomás], a forma como o Feddal se entrega e joga, por vezes, até lesionado, como o [Luís] Neto apoia os colegas, como o Adán comanda a equipa. Há muito talento, mas a força desta equipa está na união. Sei que está preparada para maus momentos, mas é continuar a adiá-los, de preferência até à próxima época", comentou.

O Sporting visita o Vitória de Guimarães, no sábado, pelas 20.30 horas, em partida da sétima jornada a Liga, no Estádio D. Afonso Henriques.

Os leões procuram manter a liderança isolada do campeonato, conquistada na última jornada após um triunfo por 4-0 sobre o Tondela, em Alvalade, e a derrota do Benfica (3-0) no terreno do Boavista.

Outras Notícias