Estádio da Luz

Emoção ao rubro no último drible de Chalana

Paulo Lourenço

Homenagem a Chalana no Estádio da Luz|

 foto ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Homenagem a Chalana no Estádio da Luz|

 foto ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Homenagem a Chalana no Estádio da Luz|

 foto ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Homenagem a Chalana no Estádio da Luz|

 foto ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Homenagem a Chalana no Estádio da Luz|

 foto Paulo Lourenço/JN

Uma camisola gigante com o número 10 e a mensagem "Obrigado Chalana " foi exposta no topo sul do Estádio da Luz, onde, esta sexta-feira, o antigo futebolista foi homenageado pelo Sport Lisboa e Benfica.

A urna de Fernando Chalana chegou ao relvado do Estádio da Luz às 16 horas, com guarda de honra do plantel principal e as centenas de adeptos nas bancadas a explodirem em aplausos, com gritos de "Benfica, Benfica" e entoando também o nome do pequeno genial.

Com Toni e Shéu à frente de outros ex-companheiros de Chalana, a urna ficou durante largos momentos junto à faixa esquerda do relvado - aquela que era a sua preferida e em que tantas vezes deliciou plateias - num momento marcante, onde não faltaram lágrimas entre os presentes.

Rui Costa entrou no relvado de mãos dadas com a família e foi muito aplaudido.

Nas bancadas cantou-se então "Chalana, tu és o genial, Chalana, descansa eternamente". Ao mesmo tempo, nos ecrãs gigantes do estádio passavam vídeos com algumas das jogadas mais memoráveis do antigo número 10 das águias.

A cores ou a preto e branco, de fintas estonteantes a golos em que rompeu toda uma defesa, todos tiveram ocasião de recordar esta genialidade tão única de Fernando Chalana, que faleceu na quarta-feira aos 63 anos.

"Vejo futebol desde o Mundial de 1976 e Chalana está, de certeza, entre os 10 melhores", disse ao JN Mário Ferreira, um transmontano de Valpaços, que esta sexta-feira fez questão de marcar presença no Estádio da Luz, para se despedir de Fernando Chalana.

Muito mais novo, André Lopes, de Lisboa, diz que lamenta não ter visto o pequeno génio, mas que pelo que o pai e o avô lhe dizem, e pelo que já viu no YouTube, foi dos melhores. "Talvez como o Messi ou o Maradona ", enfatiza.

A cerimónia, sem lugar a discursos, terminou com o hino do Benfica a soar nos altifalantes do estádio e os adeptos a entoarem o cântico; "Assim se vê a força do SLB!".

Feito o último drible de Fernando Chalana no relvado e os últimos aplausos dos adeptos, o cortejo seguiu para o Cemitério do Alto de São João, onde terá lugar a cremação numa cerimónia restrita à família do ex-jogador.

Relacionadas