Tóquio2020

Campeão olímpico de karaté tem raízes em Arcos de Valdevez

Eduardo Pedrosa Costa

Steven Da Costa venceu a medalha de ouro no karaté na categoria -67 quilos

Foto Alexander Nemenov / Afp

O lusodescendente Steven Da Costa sagrou-se, esta quinta-feira, campeão olímpico de karaté na categoria dos -67 quilos, após vencer por 5-0 o turco Eray Samdan.

O lutador Steven Da Costa sagrou-se campeão olímpico, conquistando a primeira medalha de ouro no karaté da história da França. O atleta foi campeão do mundo em 2018 no torneio de Madrid e já conquistou duas medalhas de ouro em campeonatos da Europa.

Steven Da Costa é considerado um dos melhores karatecas do mundo e tem ascendência portuguesa, com ligação aos Arcos de Valdevez. Filho de mãe francesa, o pai é português e também é o seu treinador. Michel dos Santos tornou-se, curiosamente, praticamente da modalidade depois de os filhos terem começado a treinar. Os irmãos Logan e Jessie, todos internacionais pela França, também combatem.

Da Costa refere que não sabe como a sua vida familiar seria sem o karaté, mas acredita que a família seria unida na mesma. "Eu penso que seríamos tão próximos como somos porque temos uma mentalidade muito familiar. A nossa origem portuguesa significa que temos esta cultura como base", disse numa entrevista o ano passado.

Sem esquecer a costela portuguesa, Steven explicou em entrevista ao jornal "Contacto", do Luxemburgo, que Cristiano Ronaldo é o seu maior exemplo: "É um atleta incrível. É impressionante como ele consegue estar no topo durante tanto tempo. Tem 35 anos e treina com a motivação de quem está a começar a carreira. Já ganhou tudo e continua a querer superar-se continuamente. Constitui para mim um grande exemplo de superação", disse.