Assédio

Conselho de Disciplina abre processo a Miguel Afonso após acusação de assédio

Eduardo Pedrosa Costa

Miguel Afonso pode ser suspenso até um ano

Foto Epa/gerrit Van Keulen

Treinador do futebol feminino do Famalicão está acusado pelas jogadoras de assédio sexual quando treinava a equipa feminina do Rio Ave.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai abrir um processo disciplinar a Miguel Afonso, treinador do Famalicão, segundo apurou o JN. De acordo com o regulamento disciplinar da FPF, quem "importunar agente desportivo adotando comportamento indesejado de caráter sexual, sob a forma verbal, não verbal ou física, é punido com suspensão de três meses a um ano", portanto, poderá ser esta a punição de Miguel Afonso, sendo que não está previsto no documento nenhuma multa acessória.

De recordar que várias jogadoras do Rio Ave acusaram, ao Público, o treinador Miguel Afonso de assédio sexual quando este orientava os vilacondenses. O técnico está atualmente ao serviço do Famalicão e já reagiu. "Há algo de estranho aqui a ser montado", disse, à CNN Portugal.

Relacionadas