Liga

Incidentes no relvado mancham final do jogo entre Famalicão e Braga

José Pedro Gomes

Jogadores de Famalicão e Braga envolveram-se em confrontos físicos

Foto Gonçalo Delgado/global Imagens

Jogadores das duas equipas envolveram-se em confrontos nos últimos segundos da partida, gerando confusão que levou a expulsões. Médio do Famalicão sentiu-se mal e precisou de assistência médica.

Final conturbado no embate entre Famalicão e Sporting de Braga, com os jogadores das duas equipas a envolverem-se em confrontos em pleno relvado, e um jogador da equipa da casa, o suiço Charles Pickel, a sentir-se mal e a precisar de assistência médica.

Os incidentes aconteceram já nos derradeiros segundos do encontro, quando os famalicenses estavam em vantagem, após operarem a reviravolta no marcador (3-2), e foram despoletados por uma falta dura do bracarense Fabiano sobre Bruno Rodrigues.

Os jogadores do Famalicão foram tirar satisfações ao defesa 'arsenalista' e de imediato se gerou a confusão com empurrões de parte a parte, envolvendo, inclusive, atletas que estavam nos bancos de suplentes dos dois lados, que entraram em campo.

Durante alguns momentos as cenas prolongaram-se, até as comitivas de ambos os clubes porem cobro à situação, mas sem que Riccieli, do lado do Famalicão, e David Carmos, do Braga, que foram dos que mais se envolveram nos confrontos, recebessem cartão vermelho, pelo árbitro Manuel Mota, que entretanto deu o jogo como terminado.

Ao lado da confusão houve um momento de apreensão, quando Charles Pickel caiu no relvado e teve de ser assistido pela equipa médica do Famalicão, que pediu, inclusive, a entrada dos bombeiros. O jogador terá tido uma indisposição momentânea, mas acabou por recuperar e sair pelo próprio pé do relvado.

Relacionadas