Futebol

José Mourinho: "Num momento difícil, Rui Patrício deu-nos a vitória"

JN

José Mourinho levou a Roma à conquista da Liga Conferência

Foto Uefa

O treinador português destacou a importância do guarda-redes para a conquista da Liga Conferência. Mais títulos? "Honestamente, não sei".

Primeiro, à "Sky Sports", José Mourinho não conseguiu segurar as lágrimas - "é muita coisa que me passa pela cabeça" -, depois, mais calmo, o treinador português foi igual a ele próprio e não poupou "quem está aziado" pela conquista da Liga Conferência por parte da Roma.

"Dedico o troféu a todos aqueles que me amam. Obviamente, a minha família e os meus amigos, os romanistas e outros adeptos de outros clubes por onde passei que tiveram carinho por mim. Não me vou dar ao trabalho de dedicar este título a quem está aziado. Quem está, problema deles. Estou velho demais para desejar coisas más a quem me deseja coisas más", salientou o "Special One".

Mourinho não escondeu a felicidade por conduzir a Roma ao primeiro título europeu, ainda por cima por não ter a certeza se vai ser possível repetir.

"O primeiro de vários? Não sei, honestamente. Tenho donos fantásticos pela honestidade. Aqui não há mentiras, ninguém veio ao engano. Sabíamos o projeto desta época e vamos ver o que é possível na segunda. Gostava de lutar pelo título mas não acredito que seja possível. Tem de ser a pouco e pouco. Não podemos fazer contratações do outro Mundo. Podemos fazer contratações como a do Rui Patrício. Fez 54 jogos e num momento difícil do jogo deu-nos a vitória", salientou.

Em declarações reproduzidas no site da UEFA, José Mourinho destacou a importância do título para a Roma. "Ganhar num clube como a Roma é algo que te torna imortal. Fizemos história. Acreditámos desde o início que podíamos ganhar este troféu", disse.