Inglaterra

Liverpool tem triunfo tranquilo e sobe à vice-liderança em Inglaterra

JN/Agências

O Liverpool venceu este domingo

Foto Afp

O Liverpool, sem Mohamed Salah e Sadio Mane, mas com o português Diogo Jota, venceu, este domingo, na receção ao Brentford, por 3-0, e subiu à vice-liderança na Liga inglesa, na 22.ª jornada da prova.

Desfalcado dos dois avançados, mas também de Keita, todos na Taça das Nações Africanas (CAN), a equipa de Jurgen Klopp conseguiu, ainda assim, tornar fácil a receção ao Brentford, equipa longe do fulgor no arranque da época, quando impôs um empate aos "reds".

O triunfo, assente nos golos de Fabinho, aos 44 minutos, Oxlade-Chamberlain, aos 69, e Minamino, aos 77, num jogo em que Diogo Jota foi substituído aos 81 minutos, permitiu ao Liverpool 'tirar' o segundo lugar ao Chelsea.

A equipa, que tem menos um jogo disputado - receção ao Leeds United, a contar para a 19.ª jornada --, soma agora 45 pontos, beneficiando da derrota sofrida no sábado pelo Chelsea (43 pontos), em casa do líder Manchester City (56), por 1-0.

Nas contas da frente, num plano menos positivo esteve o West Ham, com a equipa de David Moyes, que vinha de uma série de quatro vitórias, a ser surpreendida em casa pelo Leeds United (3-2), que venceu com um hat-trick de Jack Harrison.

Harrison marcou para o Leeds aos 10, 37 e 60 minutos, deixando o West Ham sempre a 'correr' atrás de um resultado melhor, com golos de Bowen, aos 34, e de Fornals, aos 52.

O triunfo permite à equipa de Marcelo Bielsa ganhar algum conforto na parte debaixo da tabela, com o Leeds em 15.º, nove pontos acima da zona de descida, enquanto o West Ham mantém o quarto lugar de 'Champions', mas ameaçado pelo Arsenal.

O West Ham tem 37 pontos, em 22 jogos, seguido por Arsenal, com 35, mas com 20 jogos, e Tottenham, sexto, com 33, em 18 jogos, sendo que estas duas equipas se deveriam defrontar nesta ronda, mas um surto de coronavírus nos "gunners" levou a que o embate fosse adiado.

Da 22.ª jornada, também o jogo entre Burnley e Leicester, que estava previsto para sábado, teve de ser adiado, devido a número insuficiente de jogadores na equipa da casa, igualmente em isolamento devido ao coronavírus.