Brasil

Palmeiras imparável na Libertadores e Abel lamenta-se

JN

Abel Ferreira está imparável na Taça Libertadores

Foto Nelson Almeida / Afp

Vitória sobre o Emelec por 1-0. Treinador português explica que a equipa brasileira falhou na concretização, caso contrário podia ter conseguido um resultado expressivo.

O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, continua imparável na Taça Libertadores ou não fosse o bicampeão em título da importante prova sul-americana. Na última madrugada, a equipa brasileira recebeu o Emelec e venceu o jogo pela margem mínima de 1-0, mas o suficiente para garantir o quinto triunfo consecutivo em outros tantos jogos na fase de grupos.

Num encontro em que esteve muito tempo por cima do adversário equatoriano, conseguindo até mais oportunidades de golo, só garantiu a vitória graças a um tento solitário de Danilo, aos 74 minutos.

"Acho que não faltou nada na primeira parte. Fizemos 22 remates à baliza. Faltou ser mais efetivo e fazer três ou quatro golos em vez de um. No resto, não faltou mais nada, é futebol. O futebol é o único desporto em que o adversário pode entrar em campo, não fazer um remate à baliza e ganhar o jogo. Há equipas que vencem sem fazer remates", adiantou Abel Ferreira, treinador que levou o Palmeiras a dois títulos seguidos na Taça Libertadores.

Face a esta vitória, a equipa brasileira lidera o Grupo A com mais oito pontos do que o Deportivo Tachira, segundo classificado. O Palmeiras tem ainda o impressionante registo de ter alcançado 21 golos na fase de grupos e ter apenas sofrido dois. Seguem-se no grupo o Emelec (cinco pontos) e o Independiente Petrolero (um).