Brasil

Pelé regressa aos cuidados intensivos

Pelé, aos 80 anos, enfrenta uma situação de saúde complicada

Foto Benedikt Von Loebell / World Economic Forum (wef) / Afp)

Internado desde o dia 31 de agosto, no Hospital Albert Einstein em S. Paulo, o estado de saúde de Pelé piorou nas últimas horas, pelo que o antigo craque teve de voltar aos cuidados intensivos.

Segundo a comunicação social brasileira, Pelé, de 80 anos, um dos melhores jogadores da história do futebol brasileiro, debate-se, nesta altura, com um problema na laringe que requer especial acompanhamento.

Depois de lhe ter sido retirado um tumor no cólon direito, no dia 11 de setembro, Pelé até chegou a partilhar a sua boa disposição nas redes sociais.

Pelé chegou a receber alta da UTI na última terça-feira, 14, e deu sequência à recuperação no quarto. Na ocasião, ele utilizou as redes sociais para agradecer às manifestações de carinho e apoio dos fãs.

"Meus amigos, esse é um recado para cada um de vocês. Não pensem, por um minuto sequer, que eu não li as milhares de mensagens de carinho que recebi por aqui", começou o "Rei". "Muito obrigado a cada um de vocês por dedicarem um minuto do seu dia para me enviar boas energias. Amor, amor e amor! Eu já saí da UTI e estou no meu quarto. Continuo cada dia mais alegre, com muita disposição para jogar 90 minutos, mais a prorrogação. Estaremos juntos em breve!", completou numa publicação nas redes sociais, na altura.

Atualmente, o estado de saúde do antigo avançado permanece um mistério e esperam-se desenvolvimentos nos próximos dias.