Taça da Liga

Ruben Amorim admite "gestão" na Taça da Liga, mas "responsabilidade do Sporting é a mesma"

Ruben Amorim, treinador do Sporting

Foto Pedro Rocha / Global Imagens

O treinador admitiu, esta segunda-feira, que terá de gerir o plantel do Sporting no encontro de estreia dos leões na Taça da Liga, mas assegura que a "melhor equipa" vai jogar contra o Famalicão.

"Temos de fazer gestão do plantel, mas, se formos a ver, os que estavam no banco [no último jogo], muitos deles são titulares. O Feddal não jogou e é titular, o Matheus é titular, o Neto só saiu porque teve uma lesão. Se formos ponto a ponto, não há realmente uma equipa titular", explicou o técnico leonino, à televisão do emblema lisboeta.

Contudo, "obviamente que há jogadores que são sempre muito importantes e que aparecem em certos momentos da época", segundo Amorim, frisando que "todos os jogadores são titulares" do Sporting, pelo que irá "apresentar a melhor equipa para vencer o Famalicão".

A conquista do troféu na época passada foi "muito marcante" para o clube", mas o treinador considera que a "responsabilidade é a mesma".

"A responsabilidade é a mesma. Estamos no Sporting e temos de ganhar títulos. Não é por sermos os campeões em título que temos mais responsabilidade", observou, acrescentando que é "importante estar na 'final four'" novamente.

Sobre o adversário, Amorim salienta que o Famalicão é uma "equipa muito boa e chega moralizada" ao Estádio José Alvalade, porém, lembra que o Sporting joga em casa e "tem todas a condições para ganhar o jogo".

Na terça-feira, os leões recebem em casa o Famalicão, pelas 21.15 horas, num encontro que marca a estreia no grupo B da Taça da Liga, no qual os famalicenses já realizaram um jogo, tendo vencido por 5-0 em casa o Penafiel, da Liga 2.