F. C. Porto

Sérgio Conceição: "Quis levantar a Taça para também aparecer na fotografia"

Sofia Esteves Teixeira

Sérgio Conceição, treinador do F. C. Porto

Foto Pedro Correia / Global Imagens

O treinador do F. C. Porto considerou, este domingo, que o grupo azul e branco foi "o melhor" que apanhou e destacou o comportamento "exemplar" dos jogadores.

"Este grupo, a nível humano, foi dos melhores que tive, o melhor, aliás, porque teve a humildade de perceber o porquê de não ganharmos no ano passado. Nas centenas de treinos tiveram um comportamento fabuloso e nós, este ano, mudámos algumas vezes até em termos estruturais naquilo que queríamos para a equipa e eles sempre com uma dedicação enorme. Foram capazes de se superar, de ir à procura daquilo que nós queríamos e isso é fantástico. Este grupo, não tenho dúvida nenhuma, foi o melhor que apanhei", começou por dizer Sérgio Conceição, considerando que os jogadores mereciam a dobradinha.

"Acho que os jogadores mereciam, pelo trajeto que fizeram todo o ano e nesta taça em particular. Tivemos sempre um sorteio complicado, mas fomos dando conta do recado e hoje estamos todos muito felizes de conquistar esta taça. Na primeira parte, acho que não estivemos tão bem. Controlámos sempre o jogo e, devemos vincar, a base do êxito hoje teve a ver com aquilo que foi início da semana de trabalho e o respeito que tivemos pelo Tondela", acrescentou, garantindo estar sempre nos "bons e nos maus momentos".

"Hoje todo o grupo merece, porque aqueles que entraram lá dentro só são tão competitivos, porque têm colegas que não jogam, não têm tantos minutos e lhes permitem ser competitivos dessa forma e, por isso, parabéns a todos os jogadores, a todo o grupo. Eu estou sempre presente. Nos bons e nos maus momentos. Mas fiz questão de estar ali para também aparecer na fotografia. Foi um bocado por aí", concluiu, de tom bem-humorado.

O F. C. Porto venceu (3-1), este domingo, no Jamor, o Tondela na final da Taça de Portugal. Taremi, em dose dupla, Vitinha e Neto Borges marcaram os golos do encontro. Com este troféu, os dragões, que conseguiram a nona dobradinha, passam a somar mais uma Taça de Portugal do que o Sporting, mas estão ainda longe do recordista Benfica, com 26, num dia em que Sérgio Conceição se tornou no primeiro treinador do F. C. Porto a conseguir a dobradinha por duas vezes, depois de em 2019/20 ter conseguido a mesma marca.

Relacionadas