Desporto

Treinador britânico de atletismo irradiado por "delitos sexuais"

JN/Agências

Tony Minichiello

Foto Adrian Dennis / Afp

O treinador inglês Tony Minichiello foi, hoje, irradiado pela Federação Britânica de Atletismo (UK Athletics) por diversos comportamentos ilícitos para com atletas, incluindo de "índole sexual e física", ao longo de 15 anos.

Segundo comunicado da UK Athletics, o seu órgão disciplinar considerou Minichiello, de 56 anos, que treinou a campeã olímpica do heptatlo em Londres 2012, Jessica Ennis-Hill, culpado de quatro delitos que constituíram "graves quebras de confiança".

Entre as condutas condenáveis do técnico incluíram-se "toques, referências e outros gestos sexuais inapropriados", bem como "ações agressivas, 'bullying e abuso emocional".

Minichiello, que sempre negou todas as acusações, também guiou a especialista em provas combinadas Ennis-Hill a três títulos mundiais (2009, 2011 e 2015) e à medalha de prata olímpica no Rio 2016.